Como Zaqueu.

É de vital importância termos olhos espirituais quanto a tudo o que está escrito na bíblia, ou seja, enxergar além do que somente está ali, devemos perceber a mensagem escondida atrás de simbologias. Na passagem de Zaqueu, por exemplo, existem várias simbologias que devemos decifrar e interpretar para entendermos a mensagem espiritual.
Os publicanos eram coletores de impostos, mal vistos pelo povo, título tradicional de homens, em cada localidade, empregados do governo romano para cobrarem impostos. Como trabalhavam para os romanos e muitas vezes faziam cobranças extorsivas, passaram a ter má reputação, sendo geralmente odiados e considerados traidores. Zaqueu era o chefe dos publicanos, isso demonstra que o relacionamento com Deus independe da nossa “fama” e de nossos erros, desde que aja um arrependimento de todo coração
como houve no final da passagem, quando Zaqueu resolver tudo o que tinha roubado.

“Ele queria ver quem era Jesus, mas, sendo de pequena estatura, não o conseguia, por causa da multidão. Assim, correu adiante e subiu numa figueira brava para vê-lo, pois Jesus ia passar por ali. Quando Jesus chegou aquele lugar, olhou para cima e lhe disse: ‘Zaqueu, desça depressa. Quero ficar em sua casa hoje”.
Lucas 19. 3-5

Naquele lugar, ele não conseguia ver Jesus por causa da multidão. A palavra multidão possui dois significados, um literal que eram as pessoas que estavam ali para receber bênçãos, como muitos hoje na igreja que só buscam Jesus pelo que Ele pode oferecer e o significado espiritual, que significa a multidão de pecados, problemas, dores e amarguras que se colocam entre nós e Jesus. Porém para esses dois tipos de multidão, existe somente uma atitude para sermos vistos por Jesus, subir na figueira, o que significa nos separarmos da multidão que só pede ou mesmo da multidão de pecados que nos enfraquece.
É interessante pensarmos em quem sobe em árvores sem ser por motivos profissionais, e logo pensaremos nas crianças. Essa atitude de Zaqueu mostra que seu coração era como de uma criança, e por isso também ele chamou a atenção de Cristo. Devemos ter o coração de criança, ou seja, puro, limpo e, o mais importante, devemos confiar em nosso Pai acima de qualquer coisa ou pessoa.
Logo meu amigo, compreenda a mensagem espiritual dessa passagem, devemos nos separar da multidão e ter o coração de criança para Jesus nos enxergar como filho e não apenas como mais um na multidão.

“Jesus chamou uma criança, colocou-a na frente deles e disse: Eu afirmo a vocês que isto é verdade: se vocês não mudarem de vida e não ficarem iguais às crianças, nunca entrarão no Reino dos Céus. A pessoa mais importante no Reino dos Céus é aquela que se humilha e fica igual a esta criança.”
Mateus 18.2-4


Deus abençoe a todos!

A importância do exemplo pessoal na conversão dos familiares (Retirado da Revista "Obreiro Aprovado" )

A conversão dos familiares é uma das bênçãos mais almejadas para aqueles que tiveram um encontro com o Senhor Jesus e entregaram suas vidas a Ele. A forma com que tentam passá-lo a esse familiar, entretanto, é que vai determinar se eles vão se aproximar ou se afastar cada vez mais.
É perfeitamente normal, quando a pessoa se converte a Jesus, libertando-se dos vícios, da prostituição ou o que seja, que queira passar essa mesma felicidade para seus entes queridos. Uma das primeiras atitudes, então é convite para a igreja.
Pelo contentamento que sentem na Casa de Deus, aqueles que já Lhe conhecem acham que é quase impossível que o familiar não aceite o convite. A guerra a ser travada, entretanto, é espiritual, e muitas vezes acontece do parente responder de maneira rude, pois os demônios que atuam na vida dele não o largaram tão facilmente.
Se a pessoa convertida não mostrar para esse familiar, através da sua própria vida, que viver com Jesus é muito melhor, será difícil a conversão. É importante lembrar, então, de quando ela mesma se achegou ao Senhor Jesus: na grande maioria dos casos as pessoas O buscam pela dor, devido a sua enfermidade, problema sentimental, familiar ou financeiro; enfim, sem saída, buscam uma solução.
Esta é a situação mais oportuna para convidar alguém para ir à igreja e, mesmo assim, pode haver resistência por a pessoa convidada não ver uma diferença para melhor na vida daquele que fez o convite. Acontece também que, por orgulho, o familiar ao invés de ir à igreja, busque se refugiar na bebida, vícios, bailes, falsos amigos e até nas religiões.

O exemplo
O fator principal na conversão do familiar é dar o exemplo, assim como o apóstolo Paulo fazia: “Fiel é a palavra e digna de toda a aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. Mas, por essa mesma razão, me foi concedida misericórdia, para que, em mim, o principal, evidenciasse Jesus Cristo a sua completa longanimidade, e servisse eu de modelo a quantos hão de crer nele para a vida eterna” (I Timóteo 1. 15-16)
Quando alguém verdadeiramente se converte ao Senhor Jesus, abandonando a vida de pecados e se tornando uma nova criatura, batizando-se nas águas e logo em seguida buscando o batismo com o Espírito Santo, os frutos na sua vida apareçam naturalmente.
Sendo a grande característica dos salvos a vontade de salvar outras almas, nada é mais eficaz que seus próprios exemplos. Se, por exemplo, a pessoa era doente, passa a ser saudável; se era nervosa passa a transmitir calma e tranqüilidade a todos; o seu casamento é abençoado; a vida financeira é próspera e assim por diante.
Para aqueles que a conhecem, não será nem preciso falar muito, pois a sua vida já falará por si só. Para aqueles que não a conhecem, haverá poder nas suas palavras, pois não estará falando daquilo que não vive, e será comum aparecerem pessoas sofridas no seu caminho, pois o próprio Senhor Jesus certamente irá usá-la para resplandecer a sua Luz onde quer que vá.

Como orientar
Como orientar alguém que vive ainda em estado de inquietação quanto aos familiares? Os obreiros precisam deixar claro que é preciso, mais do que nunca, que a pessoas busque ao Senhor Jesus.
Diante da pergunta: “Devo esquecer meus familiares?”, a resposta tem de ser objetiva. “De forma alguma, mas a sua própria salvação deve estar em primeiro lugar”, é o que os obreiros devem explicar.
A pessoa precisa entender a necessidade de continuar orando pelos seus entes queridos, mas buscando para si, e certamente o Salvador fará a obra na sua família. Deve, então, ser orientada a encher seus pensamentos com os pensamentos de Deus, a ler a bíblia e os livros sobre a fé cristã, e a se envolver nos trabalhos da igreja, consciente de que não deve deixar que seus familiares lhe façam uma pessoa infeliz, mas sim mostrar a eles a verdadeira felicidade com o seu testemunho de vida.
Se a pessoa buscar orientação, os obreiros devem explicar que ela não deve se preocupar, mas sem manter-se firme, pois Deus sabe de suas necessidades. O importante é que ela esteja consagrando a sua vida para Deus, dia após dia.
Deus abençoe a todos.

Bispo Edir Macedo

O Seguidor e o Díscipulo.

O SEGUIDOR ESPERA PÃES E PEIXES,
O DISCÍPULO É UM PESCADOR.
O SEGUIDOR LUTA POR CRESCER,
O DISCÍPULO LUTA POR REPRODUZIR-SE.
O SEGUIDOR ENTREGA PARTE DOS SEUS DESEJOS,
O DISCÍPULO ENTREGA TODA A SUA VIDA.
O SEGUIDOR GOSTA DO AFAGO,
O DISCÍPULO GOSTA DO SERVIÇO E DO SACRIFÍCIO.
O SEGUIDOR VALE PORQUE SOMA,
O DISCÍPULO PORQUE MULTIPLICA.
O SEGUIDOR É CONDICIONADO PELAS CIRCUNSTÂNCIAS,
O DISCÍPULO AS APROVEITA PARA EXERCITAR A SUA FÉ.
O SEGUIDOR É VALIOSO,
O DISCÍPULO É INDISPENSÁVEL!!!

Mulheres...

Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo... Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir.
Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, ELES estão errados...
Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar, aquele que é
valente o bastante para escalar até o topo da árvore!!



J@que Campos...

Reflita Nesta Conclusão...

ABRAÃO era velho demais

JOSÉ era um sonhador

JACÓ era um mentiroso

MOISÉS tinha um problema de gagueira

GIDEÃO estava com medo

SANSÃO tinha cabelo comprido,e era um mulherengo!

RAABE era uma prostituta!

JEREMIAS e TIMÓTEO eram jovens demais

DAVI teve um romance e foi um assassino

ISAIAS pregou pelado

JONAS fugiu de Deus

JÓ faliu

JOÃO BATISTA comia gafanhotos

PEDRO negou Cristo

Os DISCIPULOS caíram no sono enquanto oravam

MARTA se preocupava com tudo

A MULHER SAMARITANA tinha se divorciado... mais de uma vez!

ZAQUEU era pequeno demais e

LÁZARO estava morto!

"Para envergonhar os sábios, Deus escolheu aquilo que o mundo acha que é loucura" (I Co 1:27)

Amigos...

Amigos são anjos que nos levantam
Quando nossas asas se esquecem como voar.
São árvores que nos dão sombra nos dias de calor.
São os lenços que enxugam nossas lágrimas.
São palavras verdadeiras...
São Amigos...

Eu Aprendi...

Eu aprendi......que ter uma criança adormecida nos braços é um dos momentos mais pacíficos do mundo;
Eu aprendi......que ser gentil é mais importante do que estar certo;
Eu aprendi......que nunca se deve negar um presente a uma criança;
Eu aprendi......que eu sempre posso fazer uma prece por alguém quando não tenho a força para ajudá-lo de alguma outra forma;
Eu aprendi......que não importa quanta seriedade a vida exija de você, cada um de nós precisa de um amigo brincalhão para se divertir junto;
Eu aprendi......que algumas vezes tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender;
Eu aprendi......que os passeios simples com meu pai em volta do quarteirão nas noites de verão quando eu era criança fizeram maravilhas para mim quando me tornei adulto;
Eu aprendi......que deveríamos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos;
Eu aprendi......que dinheiro não compra "classe";
Eu aprendi......que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular;
Eu aprendi......que debaixo da "casca grossa" existe uma pessoa que deseja ser apreciada, compreendida e amada;
Eu aprendi......que Deus não fez tudo num só dia; o que me faz pensar que eu possa?
Eu aprendi......que ignorar os fatos não os altera;
Eu aprendi......que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;
Eu aprendi......que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;
Eu aprendi......que a maneira mais fácil para eu crescer como pessoa é me cercar de gente mais inteligente do que eu;
Eu aprendi......que cada pessoa que a gente conhece deve ser saudada com um sorriso;
Eu aprendi......que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;
Eu aprendi......que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;
Eu aprendi......que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.
Eu aprendi......que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;
Eu aprendi......que devemos sempre ter palavras doces e gentis pois amanhã talvez tenhamos que engoli-las;
Eu aprendi......que um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência;
Eu aprendi......que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito; Eu aprendi......que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;
Eu aprendi......que só se deve dar conselho em duas ocasiões: quando é pedido ou quando é caso de vida ou morte;
Eu aprendi......que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.

O Tempo...

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas... Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Cuide Bem do Seu Amor...

Me chamo Eduardo. (o nome pode ser fictício) Namorei por 3 anos. Quando conheci a Paula ambos tinhamos 17 anos. Nos 3 primeiros meses era tudo as mil maravilhas. Nossa! Depois se tornou um inferno. Ela era muito ciumenta, começou a dar escândalos. Brigava por motivos fúteis. O problema era que eu amava muito ela. Fazia de tudo por ela, achando que um dia tudo iria mudar (que ingenuidade). Terminamos e voltamos por várias vezes. Chegou a um ponto que brigávamos por qualquer motivo. Decidimos realmente que não iria mais dar certo e terminamos definitivamente. Eu fiquei muito mal em casa, não tinha vontade de sair, não conseguia dormir. Passou sete dias, não aguentei e liguei para a casa dela. No meio da conversa ela falou que tinha saido com um cara e tinha ficado com ele e ainda teve a falsidade de falar que tinha sido para me esquecer. Nunca irei esquecer aquele momento ao telefone. Parecia que alguém tinha colocado uma faca no meu coração, contive as lágrimas ao telefone e mantive a voz, serena, falei que não tinha problema e que nunca mais iria procurar ela. Desliguei o telefone me dirigi ao quarto parecia que mais nada nessa vida tinha sentido, não consegui dormir naquela noite. Os dias foram passando e a dor só piorando. Meu rendimento no trabalho caiu muito, eu não me importava com mais nada. Ao chegar em casa tinha vontade de ligar, meu orgulho não deixava. Quando ia dormir eu rezava muito para esquecer aquele amor que só me dava tristeza. Não adiantava. Os 15 primeiros dias foram terríveis. Mais depois o coração foi se adaptando. Consegui deixar as emoções de lado, e comecei a pensar nos fatos, fui assimilando melhor e tudo foi passando. Ao voltar ao normal, claro, quem as vezes não tem recaídas de pensamentos pela ex? Isso é normal. Depois de 3 meses, adivinha quem me liga?! Era ela! Meu coração bateu mais forte, tinha sido pego de surpresa, passou mil coisas na cabeça em frações de segundo. Tive vontade de chorar e rir ao mesmo tempo. Voltei a realidade, sem nenhuma empolgação, minha voz ficou serena, conversei normalmente mais nada de intimidades, estava sendo seco. Em um certo momento ela pede pra conversar comigo pessoalmente, porque ainda me amava. Meus olhos encheram de lágrimas, meu coração sabia que eu iria sofrer então do nada comecei a cantar essa música: "Cuide bem do seu amor, seja quem for..." Ela começou a chorar no telefone. Comecei então a chorar no telefone mais continuei cantando e escutando ela suplicando e pedindo para voltar, pois ela sabia que tinha errado muito e sabia que tinha perdido a pessoa que mais valorizava ela. Meu coração não teve outra saída a não ser desligar o telefone na cara dela. Decidi então naquele mesmo dia tirar umas férias. Dois dias depois estava na praia sozinho sentado na areia e olhando as ondas. Era um final de tarde, aquilo tudo era tão bom, estava me sentindo tão bem. Quando toca o celular; Era minha mãe, dizendo que a minha ex tinha sido encontrada morta, suicídio. Ao lado dela foi encontrada uma carta onde dizia: Pai e Mãe eu amo muito vocês, não fiquem triste por mim, pois a vida não tem mais sentido. Eu tive a pessoa mais importante no mundo e deixei escapar. Eu amo o Dudu e amarei eternamente, sei que ele não quer mais ficar comigo. Calma mãe, calma papai, não fiquem bravos com ele. Eu sou a culpada, eu tratava ele como se fosse um qualquer. Quando terminamos descobri que ele era tudo pra mim. Tenho um recado e quero que vocês passem para todos os jovens desse mundo:
"CUIDE BEM DO SEU AMOR, SEJA QUEM FOR"

Namoro Cristão - Um desafio de Amor

Um dos maiores conflitos vividos hoje pelos jovens cristãos é assumir, dentro de um namoro ou noivado, uma postura com respaldo bíblico, sabendo administrar os hormônios à flor da pele. É uma batalha real e ao mesmo tempo um desafio que muitos não conseguem vencer. Mas, uma coisa é certa, para os que se esforçam, há promessa de recompensa da parte de Deus.
Posicionar-se diante de um púlpito para pregar que um casal de namorados cristãos não pode ter relações durante o namoro é tarefa fácil. Difícil é impedir que esses jovens não se envolvam em intimidade quando estiverem longe dos olhos dos pais ou da igreja.
Para começar, Deus deixou o livre-arbítrio para o homem. Portanto, aquele que quiser seguir o seu próprio caminho, desprezando a vontade de Deus para a sua vida, está livre. Deus é tão grandioso em amor que respeita a escolha de seus filhos. Ele como Pai orienta o que é bom e agradável, mostrando sempre aquilo que é ruim.
O que alguns pregadores precisam entender é que a semente deve ser regada e a terra tratada. É preciso gastar tempo com a juventude nas igrejas. Santificação é um processo de busca, não se pode adquirir bagagem espiritual do dia para a noite. Suportar os apelos da carne não é tarefa das mais fáceis, mas quando há compromisso com a santidade, Deus tem sinal verde para trabalhar.
Líderes de jovens não podem se esquivar de tocar em assuntos “delicados”, como masturbação, relações sexuais e abrasamento. Um líder é atalaia, e, para tanto, precisa ter bagagem da Palavra, pois como dará aquilo que não tem?
Namorados cristãos precisam estar debaixo da oração de seus líderes. Precisam tê-los como pessoas nas quais podem confiar, não como carrascos. Precisam ser orientados a chegar à presença de Deus na Sala do Trono e pôr suas fraquezas e debilidades diante do Pai.
A alegria do Senhor é quando seus filhos confessam suas fraquezas naturais e buscam força no Seu poder soberano. Somente Deus gera dentro do homem sabedoria e entendimento para saber lidar com seus sentimentos e impulsos. O equilíbrio vem do Espírito Santo. Ora, desejos sexuais são reais, mas precisam ser confrontados nesse período. Um namoro não pode começar do nada, sem que haja sentimento um pelo outro. O ponto de partida é muita oração, para saber se Deus aprova o relacionamento ou não. Jovens solteiros que têm relações sexuais ou mesmo carícias sexuais com o seus pares, enquanto namorados, contrariam a vontade de Deus (1Ts 4.3,4).
Embora a cultura e os costumes modernos tentem a passar para o cristão que uma relação sexual entre solteiros ou fora do contexto do casamento não seja errada, é preciso se reportar ao que registra a Palavra de Deus.
Não se pode namorar alguém só para dizer que tem um companheiro(a) ou porque sente solidão. É preciso entender que quando se assume um compromisso com alguém, automaticamente, há responsabilidade e, para tanto, é preciso, de cara, que haja um carinho pela pessoa.
O cristão que tem uma visão aberta sabe que alguém que esteja realmente interessado demonstra o desejo de assumir algo sério, não apenas satisfazer desejos carnais.
Para refletir: Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem em verdade o pode ser; e os que estão na carne não podem agradar a Deus. (Romanos 8:6).
Deus abençoe muito a vida de cada um de nós!!
 
©2009 Elke di Barros Por Templates e Acessorios