Não Desanime!



Quando as coisas estão erradas e o momento é de crise
Não pense que todos os esforços têm sido em vão
Siga em frente.

Talvez tudo seja para melhor.
Sorria...e experimente outra vez.
Pode ser que o seu aparente fracasso
Venha a ser a porta oportuna que conduzirá para uma nova vida que você jamais conheceu.
Você pode estar enfraquecido pela luta,
Mas não se considere vencido.
Isso não quer dizer derrota.
Não vale a pena gastar o seu precioso tempo em lagrimas e lamentos.
Levante-se. Siga em frente outra vez.

E, se você guardar em mente o objetivo de suas metas,
Os seus sonhos se realizarão.
Tire proveito dos seus erros.
Colha experiências de suas dores.
E então, neste Ano de 2010
Você dirá:
"Eu usei a minha Fé e VENCI!"
Feliz 2010!
Participe da Vigília da Virada,
em todos os Templos da Igreja Universal!

Um grande abraço a todos e fiquem com Deus!!!!!

J@que C@mpos =D

Carta ao Sofrido


No princípio, Deus criou os céus e a Terra. A Terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, mas o Espírito de Deus pairava sobre as águas.


Talvez a vida do leitor seja também sem forma e vazia. Isto é, sem nenhuma realização pessoal e vazia de objetivos. Vazia de amor, de alegria, de sonhos e até de fé. Mas, sobrecarregada de depressão. Entretanto, como no início da criação, o Espírito de Deus também está sobre você. Não importa o que você fez ou deixou de fazer. Ele espera seu convite para transformá-lo para uma nova vida, a exemplo do que fez na Terra.

Talvez você venha carregando um peso do passado triste. Mágoas, rancores, ódio e desejo de vingança. O que é que você tem feito ou vai fazer com esse peso? Qual o lucro que isso lhe tem dado? Jogue isso fora e convide o Espírito da Vida, agora mesmo, a fazer morada no seu corpo!

Onde quer que você esteja, não importa. Ele se mantém sobre a sua cabeça. Procure um lugar privado, talvez o banheiro, e converse com Ele. Se a sua fala com Ele for sincera, tão certo como Ele existe, irá lhe responder imediatamente. E seu ano novo será diferente de tudo o que você já viu!

AS 3 armas do diabo.


Analizando essa história ela  serve também para todos que fazem a obra de Deus seja no Átrio ou no Altar.

AS 3 armas do diabo


O diabo tem 3 armas para acabar com o homem e a mulher de DEUS, porém há mais uma que é fatal, e, se o homem e a mulher de DEUS não vigiar, irão cair.

A primeira arma do diabo é colocar mulheres no caminho do homem de DEUS, e homens no caminho da mulher de DEUS.

O diabo faz isso para enfraquecer a o homem ou a mulher de DEUS.

Pronto vc ja sabe qual é a 1° arma.

A segunda arma usada pelo diabo é até mesmo parecer que é uma benção de DEUS, que é a prosperiadade.

O diabo faz isso para que a pessoa prospere e perca o brilho pela obra de DEUS no altar, pois ele sabe que se aquela pessoa chegar ao altar ela ira arrebentar.

Obs: Temos que ter uma vida abençoada antes de ir para o altar sim porém sem jamais perder o foco do que queremos, que é salvar almas.

Pronto agora você tambem já sabe qual é a 2° arma

A terceira arma é o orgulho, pois o diabo consegue cegar a pessoa, fazendo com que ela não perceba que ela é orgulhosa, pois um orgulhoso na maioria das vezes não sabe que é orgulhoso.

Pronto agora você ja sabe qual é a 3° arma.

Agora vamos a nossa história para você descobrir qual é a 4° arma usada pelo diabo para nos destruir.

Bom, havia um Pastor em uma igreja, e ele arrebentava tinha uma comunhão com DEUS, andava em santidade orando, jejuando e lendo a biblia, ou seja, aonde ele ia ele crescia desenvolvia o trabalho e tudo mais, muitas pessoas se convertiam, pois ali haviam curas, milagres, etc... ou seja havia salvação para as almas perdidas e aflitas.

O diabo vendo isso, fez uma reunião no inferno e envio o primeiro demônio, que é a Pomba-gira.

Que falou pro pastor : Eu irei te derrubar.

O Pastor logo amarrou o que o demônio falou e orou, jejuou leu a biblia enfim.

O diabo convocou mais uma reunião pois o 1° demônio falhou, ele entao resolveu mandar o Tranca-rua, para o povo não ser abençoado, novamente o Pastor orou jejuou e leu a biblia e o diabo caiu por terra.

Revoltado o diabo enviou o Exu-da-morte pois o 1° e o 2° ja haviam falhado e la foi mais um demônio e o pastor orou, jejuou e leu a biblia como sempre em sua comunhão e o diabo caiu por terra.

O diabo viu que todas as tentaivas dele tinham sido frustradas e resolveu então que seus demônios ficariam na igreja daquele pastor para ver aonde ele errava e etc....

E esses 3 demônios ali na igreja daquele pastor só olhando os passos dele, e viram vindo outro demônio la de longe, esse demônio usava bengala e tinha uma aparencia de decadência, e os outros 3 demônios começaram a zombar dele chamando de velho, de velho surdo, de velho louco, enfim e até que então perguntaram o nome dele.

Ele olhou de lado abriu um sorisso lateral sarcástico e disse, meu nome ?! meu nome é EXU-DO-TEMPO.

Logo então os outro demônios se dobraram perante a ele, e ele disse aos 3 esperem que eu irei dá as ordem para vocês quando agirão e disse mais, não tenham pressa pois eu sei como trabalhar.

Aquele demônio sutilmente começou a agir, primeirou tirou o tempo daquele pastor jejuar fazendo ele se enfraquecer, depois ele tirou o tempo daquele pastor ler a biblia, fazendo aquele pastor não ouvir mas a voz de DEUS. E sendo assim se ele não tinha mais ouvidos para a voz de DEUS não tinha uma comunhão direta com ELE tornando-se fraco,vazio e frio. Foi ai então que aquele demônio mandou os outros agirem e sendo assim aquele pastor que arrebentava caiu.
_____

Então devemos vigiar pois o tempo é a 4° arma usada pelo diabo diga-se de passagem a mais forte, pois, se não vemos resultados em nossas vidas nós nos deixamos esfriar na fé. e é isso que o diabo quer, deixar que até mesmo as lutas parem durante um tempo para nós nos acomodar, pois assim é que ele nos derruba. Então lembre-se sempre de onde você veio, de onde você saiu e do que DEUS fez na sua vida para se manter sempre na fé.


Fiquem Com Deus!

J@que C@mpos =D

O Sábio Chinês...


Era uma vez, numa terra distante, um sábio chinês e seu discípulo.


Certo dia, em suas andanças, avistaram ao longe um casebre.

Ao aproximarem-se, notaram que, a despeito da extrema pobreza do lugar, a casinha era habitada.

Naquela área desolada, sem plantações nem árvores, viviam um homem, uma mulher, seus três filhos pequenos e uma vaquinha magra e cansada. Com fome e sede, o sábio e o discípulo pediram abrigo por algumas horas. Foram bem recebidos.

A certa altura, enquanto se alimentava, o sábio perguntou:

- Este é um lugar pobre, longe de tudo, como vocês sobrevivem?

- O senhor vê aquela vaca? Dela tiramos o nosso sustento - disse o chefe da família. - Ela nos dá o leite, que bebemos e também transformamos em queijo e coalhada. Quando sobra, vamos à cidade e trocamos o leite e o queijo por outros alimentos. É assim que vivemos. O sábio agradeceu a hospitalidade e partiu. Nem bem fez a primeira curva da estrada, disse ao discípulo:

- Volte lá, pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali em frente e atire-a lá pra baixo.

O discípulo não acreditou.

- Não posso fazer isto mestre! Como pode ser tão ingrato? A vaquinha é tudo o que eles têm. Se eu jogá-la no precipício, eles não terão como sobreviver. Sem a vaca, eles morrem!

O sábio, como convém aos sábios chineses, apenas respirou fundo e repetiu a ordem:

- Vá lá e empurre a vaca no precipício.

Indignado porém resignado, o discípulo voltou ao casebre e, sorrateiramente, conduziu o animal até a beira do abismo e empurrou. a vaca, previsivelmente, esfatelou-se lá embaixo.

Alguns anos se passaram e durante esse tempo o remorso nunca abandonou o discípulo. Num certo dia de primavera,

moído pela culpa, abandonou o sábio e resolveu voltar àquele lugar. Queria ver o que tinha acontecido com a família, ajudá-la, pedir desculpas, reparar seu erro de alguma maneira.

Ao fazer a curva da estrada, não acreditou no que seus olhos viram. No lugar do casebre desmazelado havia um sítio maravilhoso, com muitas árvores, piscina, carro importado na garagem, antena parabólica. Perto da churrasqueira, estavam três adolescentes robustos, comemorando com os pais a conquista do primeiro milhão de dólares.

O coração do discípulo gelou. O que teria acontecido com a família? Decerto, vencidos pela fome, foram obrigados a vender o terreno e ir embora. Nesse momento, pensou o aprendiz, devem estar mendigando pela cidade.

Aproximou-se e perguntou a um homem que parecia ser o caseiro:

- Você sabe onde está a família que morava aqui em um casebre?:

- Claro que sei. Você está olhando para ela - disse o caseiro, apontando as pessoas ao redor da churrasqueira. Incrédulo, o discípulo afastou o portão, deu alguns passos e, chegando perto da piscina, reconheceu o mesmo homem de antes, só que mais forte a altivo, a mulher mais feliz, as crianças, que haviam se tornado adolescentes saudáveis. Espantado, dirigiu-se ao homem e disse:

- Mas o que aconteceu? Eu estive aqui com meu mestre uns anos atrás e este lugar era miserável, não havia nada. O que o senhor fez para melhorar de vida em tão pouco tempo? O homem olhou para o discípulo, sorriu e respondeu:

- Nós tínhamos uma vaquinha, de onde tirávamos nosso sustento. Era tudo o que possuíamos, mas um dia ela caiu no precipício e morreu. Para sobreviver, tivemos que fazer outras coisas, desenvolver habilidades que nem sabíamos que tínhamos.

E foi assim, buscando novas soluções, que hoje estamos muito melhores que antes".

Às vezes é preciso perder para ganhar mais adiante.
ou, é da adversidade que vêm as melhores idéias!!!

Como perder a vontade de comer; com pasta de dente!




Você como muitas outras pessoas, pode ter um problema muito simples, quando você termina uma refeição você ainda está com fome. E quer comer mais, e com certeza isso não é bom para quem deseja emagrecer. A menos que você tenha feito uma primeira refeição muito fraca o que não acontece na maioria dos casos. Existe uma técnica muito simples que costuma funcionar com a maioria das pessoas. Faça o seguinte:



Assim que terminar a sua refeição vá correndo escovar os dentes. Isso costuma tirar completamente sua vontade de comer. Faça o teste e deixe seu comentário. :)

Os Cinco Por Cento...


Eu quero fazer parte desses 5% e você??

Tínhamos uma aula de Fisiologia na escola de medicina logo após a semana da Pátria.

Como a maioria dos alunos havia viajado aproveitando o feriado prolongado, todos estavam ansiosos para contar as novidades aos colegas e a excitação era geral.
Um velho professor entrou na sala e imediatamente percebeu que iria ter trabalho para conseguir silêncio.
Com grande dose de paciência tentou começar a aula, mas você acha que minha turma correspondeu?
Que nada. Com um certo constrangimento, o professor tornou a pedir silêncio educadamente.
Não adiantou, ignoramos a solicitação e continuamos firmes na conversa.
Foi aí que o velho professor perdeu a paciência e deu a maior bronca que eu já presenciei.
"Prestem atenção porque eu vou falar isso uma única vez", disse, levantando a voz e um silêncio carregado de culpa se instalou em toda a sala e o professor continuou.
"Desde que comecei a lecionar, isso já faz muito anos, descobri que nós professores, trabalhamos apenas 5% dos alunos de uma turma.
Em todos esses anos observei que de cada cem alunos, apenas cinco são realmente aqueles que fazem alguma diferença no futuro; apenas cinco se tornam profissionais brilhantes e contribuem de forma significativa para melhorar a qualidade de vida das pessoas.
Os outros 95% servem apenas para fazer volume; são medíocres e passam pela vida sem deixar nada de útil.
O interessante é que esta percentagem vale para todo o mundo.
Se vocês prestarem atenção notarão que de cem professores, apenas cinco são aqueles que fazem a diferença; de cem garçons, apenas cinco são excelentes; de cem motoristas de táxi, apenas cinco são verdadeiros profissionais; e podemos generalizar ainda mais: de cem pessoas, apenas cinco são verdadeiramente especiais.
É uma pena muito grande não termos como separar estes 5% do resto, pois se isso fosse possível, eu deixaria apenas os alunos especiais nesta sala e colocaria os demais para fora, então teria o silêncio necessário para dar uma boa aula e dormiria tranquilo sabendo ter investido nos melhores.
Mas, infelizmente não há como saber quais de vocês são estes alunos. Só o tempo é capaz de mostrar isso.
Portanto, terei de me conformar e tentar dar uma aula para os alunos especiais, apesar da confusão que estará sendo feita pelo resto.
Claro que cada um de vocês sempre pode escolher a qual grupo pertencerá. Obrigado pela atenção e vamos à aula. Nem preciso dizer o silêncio que ficou na sala e o nível de atenção que o professor conseguiu após aquele discurso.
Aliás, a bronca tocou fundo em todos nós, pois minha turma teve um comportamento exemplar em todas as aulas de Fisiologia durante todo o semestre; afinal quem gostaria de espontaneamente ser classificado como fazendo parte do resto ?
Hoje não me lembro muita coisa das aulas de Fisiologia, mas a bronca do professor eu nunca mais esqueci.
Para mim, aquele professor foi um dos 5% que fizeram a diferença em minha vida.
De fato, percebi que ele tinha razão e, desde então, tenho feito de tudo para ficar sempre no grupo dos 5%, mas, como ele disse, não há como saber se estamos indo bem ou não; só o tempo dirá a que grupo pertencemos.
Contudo, uma coisa é certa: se não tentarmos ser especiais em tudo que fazemos, se não tentarmos fazer tudo o melhor possível, seguramente sobraremos na turma do resto.

Vive Em Mim...

Vou lembrar de tudo que passei no mundo

E das noites tristes que eu viviProcurando alguém pra falar
Da dor que tinha em meu coração
Procurava solução pra mudar meu viver
Várias tentativas todas elas em vão
Oh quanto eu sofri


Uma luz agora brilha em meu ser
Me trazendo força e poder
O seu nome é Jesus
Ele faz até o impossível acontecer
Minha vida se refez tive chance outra vez
Nessa vida inteira desejei receber o Seu amor
Oh meu Senhor


Hoje sou de Deus e canto
Tu és meu amor
Hoje sou de Deus e louvo
Á Jesus meu Senhor
Não sei viver sem o Seu amor
Tua paz, Tua paz vive em mim...

Meu Video rs...

Oi gentee...
Hoje estava aqui dando uma olhadinha e sem querer achei um video que fiz num programinha que tinha num celular meu, isso já tem mais de um ano rs...fiz em homenagem ao meu grande amor o Felipe. Ele mora em SP e eu no RJ, nos conhecemos no ínício de 2008 e aos poucos a gente foi se gostando cada vez mais até que enfim em agosto de 2008 começamos a namorar e aqui estamos juntos e a cada dia nos amamos mais.
Sou muito feliz em tê-lo na minha vida pois ele me faz muito feliz, mesmo que de longe ( por enquanto), porque tenho certeza que em breve estaremos juntinhos para sempre.
Enfim, achei o video e quis compartilhar aqui com vocês rsrs.....só não reparem na simplicidade do video pois lembrem-se, foi feito no meu celular rsrs e eu não tinha muitas fotos da gente ainda ok?
Espero que gostem pois o que vale é a intenção pela qual eu fiz o video né? rsrs....
Um grande abraço a todos e obrigada por todas as visitas e comentários de vocês!
Fiquem com Deus!!!

Aqui vai o video.......Te amo meu Fê!

Que tempo é o meu diante de Deus?



Com nossas escolhas colaboramos ou atrapalhamos seu processo

A natureza, todos os dias, nos ensina lições importantes e uma delas é este processo de saber respeitar o tempo certo para cada coisa. Sou aprendiz da natureza desde criança e cada vez mais surprendo-me com seus ensinamentos.


Perto de onde trabalho existem muitas árvores de uma espécie comum aqui na Europa. São em geral bem altas e frondosas; por intermédio delas é fácil perceber as mudanças da natureza em cada estação do ano. Na primavera esbanjam beleza em sua folhagem verde e abundante; no verão trazem sombra fresca e acolhimento aos caminhantes. Quando chega o outono, suas folhas mudam de cor, colorindo a paisagem com um amarelo avermelhado que chama atenção mesmo a longas distâncias, mas depois elas caem forrando o chão como se fosse um tapete natural. É lindo, mas sinto pena de vê-las caírem enquanto a árvore vai ficando cada dia mais descoberta e pobre. É assim que passam todo o inverno, até nascerem novos brotos e recomeçar o processo.

Estamos nos últimos dias do outono europeu e tenho contemplado as folhas que caem. Um cenário bonito, apesar de doloroso. A natureza está dizendo-me que é hora de deixar passar o que passa e ficar com o essencial. Ela sabe que o processo é necessário para continuar viva e não segura suas folhas e convida-me para fazer o mesmo.

Durante um dos programas que apresento na Rádio Canção Nova, falei sobre isso convidando os ouvintes para aprenderem as lições da natureza. A reação foi imediata e pude aprofundar o assunto com uma ouvinte que pedia ajuda. Partilhou sua dor pela perda, mas falou também sobre a pressa em ver nascer novos brotos, novas cores, novos frutos. Ela acabara de viver o "outono" e queria a "primavera" a todo custo. Ajudei-a a perceber que faltava o "inverno", falei sobre sua riqueza e convidei-a à calma, ao silêncio, à escuta e à espera, próprios dessa estação. Assim como a árvore precisa do inverno para ser refeita, nossa alma também. A "primavera" virá no tempo certo e será linda se soubermos esperar por ela!

Quando paramos para pensar, logo percebemos que estamos em alguma das estações. Grande sabedoria é vivê-la bem, respeitando seu processo, seus limites, suas virtudes e fraquezas, mas sem pressa nem apego. A primavera é encantadora, mas se nos apegarmos a ela, como iremos contemplar os dias iluminados do verão? E se não nos lançarmos no outono deixando que caiam as folhas amareladas, como poderemos acolher o silêncio e a calma do inverno que refaz?

A vida é assim, passa por fases, com nosssas escolhas colaboramos ou atrapalhamos seu processo.

Peçamos o auxílio do Espírito Santo, que enviado por Deus, vem em socorro das nossas necessidades em cada tempo de maneira exclusiva, pois é assim que Deus nos ama.

Para quem encontra-se hoje como a "árvore desfolhada", passando pelo silêncio e a calma do inverno, peça o Espírito Santo que aqueça, ilumine e devolva esperança ao coração abatido. Para quem se sente passando pelo "outono", mas percebe suas folhas presas por alguma razão, o Espírito Santo vem como vento e sopra para longe tudo o que é empecilho para sua renovação.

Aos que se sentem sufocados por entulhos das "estações" passadas, "folhas secas" amontoadas impedindo que a beleza desabroche, o Espírito vem como fogo do verão e queima todo o lixo, permitindo que a vida renasça. Para os que não conseguem ver os frutos crescer e a esperança de uma boa colheita parece distante, o Espírito Santo vem como luz, água e calor, fortalecendo a "árvore" e proporcionando uma "colheita" abundante, fortalecendo seus sonhos e o encorajando a perseverar para chegar à vitória.

Seja qual for seu tempo diante de Deus, procure vivê-lo bem, extraindo a graça própria, que por intermédio d'Ele é oferecida hoje.

Estamos juntos!

Dijanira Silva

Quando Deus nos mostra o livramento...



O dia amanheceu quente e chuvoso, uma daquelas sextas-feiras de verão que prometem ser longas e desgastantes. O trânsito, logo de manhã, tornava qualquer destino mais distante, principalmente para quem se espremia em um ônibus lotado.


Naquele dia, Mariana*, secretária executiva de uma empresa internacional de médio porte, em São Paulo, sabia que enfrentaria duas reuniões complicadíssimas e que provavelmente teria que sacrificar seu horário de almoço para dar conta de tantas pendências que lotavam sua agenda. Depois do expediente, ela ainda teria que atravessar a cidade para dar uma aula particular de inglês, atividade extra que mantinha para complementar seu orçamento.

O caminho até a residência da aluna de Mariana mais parecia um percalço do que um percurso. Ônibus lotado, ela em pé, carregando livros pesados e amargando o princípio de uma terrível enxaqueca. Apesar do seu costumeiro bom humor, que sempre pareceu ser à prova de adversidades, um pensamento lhe vinha à mente quase em forma de um murmúrio: “Que dia, meu Deus!”

Depois de uma hora de ônibus e mais dez quarteirões a pé, Mariana finalmente chegou ao seu destino. A aula transcorreu normalmente, até como um refrigério em meio a tantas dificuldades. Ao tentar sair do edifício de sua aluna para, finalmente, ir para casa, Mariana foi surpreendida pelo porteiro, que lhe advertiu: “Três marginais acabaram de assaltar uma pessoa em frente ao prédio. Eles me ameaçaram de morte se eu chamasse a polícia e disseram que voltariam. É melhor que ninguém saia até que tudo se acalme.” “Isso não pode estar acontecendo”, pensou Mariana.

Meia hora depois, ela decidiu que iria sair do edifício e não ficaria à mercê de bandidos. Mariana usou sua fé como escudo e orou para que Deus a tornasse invisível aos olhos de qualquer inimigo e afastasse dela todo perigo. Era dia 31 de outubro, data em que muitos celebram o dia das bruxas, costume inoportunamente importado dos norte-americanos pelos brasileiros. Pelas ruas, pessoas vestidas de preto, fantasiadas de monstros e feiticeiras, circulavam com garrafas de bebidas alcoólicas, num cenário digno de filme de terror.

Com passos firmes e decida a chegar em casa o quanto antes, Mariana caminhava em direção ao ponto de ônibus quando, para seu quase desespero, viu o coletivo passar veloz. O próximo demoraria mais de 30 minutos. Mas, apesar de todos os contratempos, da dor de cabeça que agora fazia companhia à fome e do fato de estar muito longe de casa, a moça não conseguia entender que paz era aquela que lhe invadia o coração. Era um absurdo estar tranquila depois de um dia como aquele. Mas, Mariana estava inexplicavelmente calma.

Quando finalmente o outro ônibus chegou, ela sentou-se, abriu um livro e desejou que ao menos as últimas horas daquele dia fossem mais agradáveis. Quase chegando ao seu destino, numa das principais avenidas da cidade, logo à frente Mariana avistou luzes vermelhas piscando, uma movimentação estranha e funcionários da companhia de tráfego sinalizando para os veículos que se aproximavam. Foi quando ela reconheceu, parado sobre a calçada, o ônibus que ela havia perdido anteriormente. Ele tinha o lado direito totalmente destruído após colidir com um caminhão.

Naquele momento, ela pôde entender com clareza, em seu coração, o que aconteceu. Era como se Deus amavelmente lhe dissesse: “Minha filha, desta vez Eu permiti que você visse Meu livramento.”

Enquanto, muitas vezes, nossos olhos só enxergam problemas e pensamos que estamos em meio ao caos, perdemos a oportunidade de vivenciar a maravilhosa experiência de estarmos nos braços aconchegantes e protetores do Pai.

*Esta história é verídica e apenas o nome da personagem foi trocado porque a identidade dela não importa. O que importa é o amor de Deus.

Espero que com essa história Deus possa ter falado com você assim como falou comigo quando eu li...entendi mais uma vez que tudo que acontece conosco é com algum propósito ainda que no momento pareça ruim mas Deus, Ele sim sabe o motivo de todas as coisas!

Deus faz hoje, nós entendemos amanhã...é a verdade mais pura!

Um grande abraço a todos e que Deus nos abençoe mais e mais!

J@que C@mpos =D

A Diferença



Nos dias atuais não há como ser testemunha da ressurreição do Senhor Jesus apenas com palavras. O mundo quer mais do que discursos, mais do que rituais regados de emoções. O mundo quer provas concretas de Sua ressurreição. E para provar que Ele está Vivo, só por meio da qualidade de caráter e vida diferenciada.



Não se trata apenas de testemuhos de milagres, mas de conduta ilibada, primeiramente em casa e em seguida fora dela. Infelizmente, muitos “cristãos” têm se comportado bem no meio dos amigos e estranhos. Mas quando estão em família, manifestam a velha natureza. Outros são santinhos quando falam da Palavra de Deus, mas, em questão de negócios com irmãos de fé, é um tremendo “pega-pra-capar”. São egoístas, avarentos, maus pagadores, espertos, e por aí vai.


Deus é Justo. A base do Seu trono é justiça. “Ai daquele que fizer um dos Meus pequeninos cair!” Diz o Senhor.


Sabemos que a perfeição é quase impossível. Mas tanto quanto for possível, devemos nos comportar tal e qual temos crido. Afinal de contas, se não houver um testemunho do nosso caráter, de que adianta falar sobre o Senhor Jesus?



NÃO TEM JEITO!

Uma senhora muito pobre telefonou para um programa cristão de rádio pedindo ajuda. Um bruxo que ouvia o programa resolveu pregar-lhe uma peça. Conseguiu seu endereço, chamou seus secretários e ordenou que fizessem uma compra e levassem para a mulher, com a seguinte orientação: “Quando ela perguntar quem mandou, respondam que foi o diabo!”

Ao chegarem à casa, a mulher os recebeu com alegria e foi logo guardando os alimentos. Os secretários do bruxo, conforme a orientação recebida, lhe perguntaram: “A senhora não quer saber quem lhe enviou estas coisas?” A mulher, na simplicidade da fé, respondeu: “Não, meu filho, não é preciso. Quando Deus manda, até o diabo obedece!”

NÃO SE PREOCUPE DE QUE MANEIRA VIRÁ SUA VITÓRIA, MAS QUANDO DEUS DETERMINA, ELA VEM…AH VEM!!!

Tenha paciência. Não é no seu tempo e sim no tempo Dele, porque você vê até um limite. Deus ultrapassa esse limite e vê muito além do que enxergamos.

Pense Nisso!!
Deus abençoe a todos!
Bjus,
J@que C@mpos =D

Uma verdadeira história de superação: RENATO SUHETT - Estava morto...e Reviveu.

Oi pessoal tudo bem?
Estou aqui para compartilhar com vocês uma história de vida que nos ensina muito!
É uma verdadeira história de superação deste grande homem de Deus o Pr. Renato Suhett.
Ele mesmo que me passou e pediu para que eu assistisse e repassasse essas foram as palavras dele quando me passou o video "...é uma historia de superação que fizeram sobre minha historia,como gostei lhe peço q por favor,repasse,creio q pode ajudar a muitos..na fé". Por isso peço a todos que assistam e repassem ao seus conhecidos, vamos divulgar pois pode ajudar a muitas pessoas. Até o momento tem apenas 21 exibições no youtube mas creio que com a ajuda de todos vamos poder ajudar muitas pessoas e assim ganhar muitas almas!

Um grande abraço e fiquem com Deus!

J@que C@mpos =D

Como lidar com as frustrações?


Perdemos muito tempo procurando culpados para nossos fracassos

Estamos nos aproximando de mais um final de ano. Época de balanços, avaliações, definições de metas. Mesmo aqueles que não costumam separar um tempo específico para fazer uma avaliação de como viveram o ano, tendem a, de uma forma ou de outra, fazer esta avaliação, olhar para trás, ver o que foi feito e o que deixaram de fazer.


Ao fazer isso, muitas vezes, surgem sentimentos de decepção, de desânimo e até mesmo de frustração ao percebermos que, das coisas que planejamos, nem tudo conseguimos atingir.

E assim vamos vivendo ano após ano: fazemos metas, planos para o ano que se inicia e, na maioria das vezes, pouco conseguimos. O que fazer então? Devemos traçar metas e planos para o ano novo que se aproxima? Sim, precisamos traçá-los, pois é necessário que tenhamos uma direção a seguir, mas nossas metas e planos não podem ser rígidos, precisam ter flexibilidade, pois dificilmente as coisas acontecem no momento exato da nossa vontade, do jeito exato que planejamos; por isso, temos que estar sempre prontos para revê-los e refazê-los.

Não podemos nos esquecer de que todos nós estamos sujeitos a enfrentar pequenas ou grandes derrotas no dia a dia. Contudo, o maior problema é que a maioria de nós não está preparada para lidar com as frustrações.

É verdade que muitas vezes o fracasso de uma situação não está relacionado diretamente a algum erro nosso. Isso porque existem muitas coisas que não dependem de nós. Muitas vezes, colocamos toda a nossa expectativa em uma pessoa, por exemplo, e esquecemos que todo o ser humano é falho, comete erros, exatamente como nós. Quanto maior a expectativa, tanto maior será o sentimento de fracasso. Outras vezes, ao fazermos os nossos planos e metas, não fazemos uma avaliação adequada, isto é, não consideramos os nossos limites ou os imprevistos que podem surgir e servir de barreiras.

E o pior é que muitas vezes agimos como vítimas ou como injustiçados e, com isso, perdemos grandes oportunidades de crescimento pessoal. Essas duas atitudes [agir como vítimas ou injustiçados] nos paralisam, minam a nossa motivação, nos amarguram e não trazem nenhum tipo de “ganho” positivo. Perdemos muita energia procurando culpados para os nossos fracassos ou remoendo os fatos. Em vez disso, o que precisamos fazer é refletir, avaliar o que deu errado para que seja possível corrigir os possíveis erros futuros e refazer os nossos planos. Também é importante ter sempre uma disposição interior para aprendermos com as lições e modificarmos as atitudes que precisam ser mudadas, vendo sempre nas situações negativas oportunidades para crescimento pessoal.

Então, para que você possa traçar seus planos e metas para 2010, deixamos as seguintes dicas:

1. Verifique se eles são realistas, ou seja, se são possíveis.

2. Escolha poucas metas, pois quando nos enchemos de planos, nossa energia fica “dividida” e teremos dificuldades para alcançá-las.

3. Tenha sempre flexibilidade para refazer os seus planos diante dos imprevistos.

4. Diante dos fracassos, não se esqueça de que toda situação tem sempre o seu lado positivo e negativo. Então é necessário buscar o lado positivo dos fatos para tirarmos dele o melhor proveito. E com o lado negativo, aprender com ele, corrigir a rota, mudar atitudes.

5. Não se deixe levar pela emoção e pelo sentimento de incapacidade quando você deparar com um fracasso. Procure reconhecer o que você está sentindo, e use as suas emoções de forma positiva. O controle emocional é algo que precisamos desenvolver, pois, sem ele, ficamos à merce de nossas emoções e daí derivam a amargura, a tristeza e até mesmo a depressão.

Um grande abraço a todos e fiquem com Deus!

J@que C@mpos =D

Não morrerei...



Se tudo está difícil, a multidão já te cansou


O meu Deus nunca falha e nunca falhou.

Se a luta é muito Grande, ela te fez perder a fé

O meu Deus entra na guerra peleja por você

Levante os seus olhos e veja o sobrenatural

Quem tem promessa de Deus vence o mal.



Não morrerei enquanto a promessa não se cumprir

Quem tem promessa de Deus, não morre não, não desiste não

e tem a fé, a fé de Abraão....



Essa é um linda canção do Cantor Marquinho Gomes e que fala realmente a verdade pois quem tem a promessa de Deus e cre não vai morrer antes que se cumpra em sua vida, portanto se tem pensado em desistir não faça isso mas levante a cabeça e vá em frente e deixe assim que DEUS cumpra aquilo que prometeu. Lembre-se as promessas de Deus nunca falham!!!

Deus abençoe a todos!!!

Um grande abraço! =D

J@que C@mpos

Pai, tô com fome... (Caso Verídico‏)



ESTE É UM FATO VERÍDICO UMA HISTÓRIA MUITO LINDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Vale a pena ler!!!!

Ricardinho não agüentou o cheiro bom do pão e falou:

- Pai, tô com fome!!!

O pai, Agenor , sem ter um tostão no bolso, caminhando desde muito cedo em busca de um trabalho, olha com os olhos marejados para o filho e pede mais um pouco de paciência...

- Mas pai, desde ontem não comemos nada, eu tô com muita fome, pai!!!

Envergonhado, triste e humilhado em seu coração de pai, Agenor pede para o filho aguardar na calçada enquanto entra na padaria a sua frente...

Ao entrar dirige-se a um homem no balcão:

- Meu senhor, estou com meu filho de apenas 6 anos na porta, com muita fome, não tenho nenhum tostão, pois sai cedo para buscar um emprego e nada encontrei, eu lhe peço que em nome de Jesus me forneça um pão para que eu possa matar a fome desse menino, em troca posso varrer o chão de seu estabelecimento, lavar os pratos e copos, ou outro serviço que o senhor precisar!!!

Amaro , o dono da padaria estranha aquele homem de semblante calmo e sofrido, pedir comida em troca de trabalho e pede para que ele chame o filho...

Agenor pega o filho pela mão e apresenta-o a Amaro, que imediatamente pede que os dois sentem-se junto ao balcão, onde manda servir dois pratos de comida do famoso PF (Prato Feito) - arroz, feijão, bife e ovo...

Para Ricardinho era um sonho, comer após tantas horas na rua...

Para Agenor , uma dor a mais, já que comer aquela comida maravilhosa fazia-o lembrar-se da esposa e mais dois filhos que ficaram em casa apenas com um punhado de fubá...

Grossas lágrimas desciam dos seus olhos já na primeira garfada...

A satisfação de ver seu filho devorando aquele prato simples como se fosse um manjar dos deuses, e lembrança de sua pequena família em casa, foi demais para seu coração tão cansado de mais de 2 anos de desemprego, humilhações e necessidades...

Amaro se aproxima de Agenor e percebendo a sua emoção, brinca para relaxar:

- Ô Maria!!! Sua comida deve estar muito ruim... Olha o meu amigo está até chorando de tristeza desse bife, será que é sola de sapato?!?!

Imediatamente, Agenor sorri e diz que nunca comeu comida tão apetitosa, e que agradecia a Deus por ter esse prazer...

Amaro pede então que ele sossegue seu coração, que almoçasse em paz e depois conversariam sobre trabalho...

Mais confiante, Agenor enxuga as lágrimas e começa a almoçar, já que sua fome já estava nas costas...

Após o almoço, Amaro convida Agenor para uma conversa nos fundos da padaria, onde havia um pequeno escritório...

Agenor conta então que há mais de 2 anos havia perdido o emprego e desde então, sem uma especialidade profissional, sem estudos, ele estava vivendo de pequenos 'biscates aqui e acolá', mas que há 2 meses não recebia nada...

Amaro resolve então contratar Agenor para serviços gerais na padaria, e penalizado, faz para o homem uma cesta básica com alimentos para pelo menos 15 dias...

Agenor com lágrimas nos olhos agradece a confiança daquele homem e marca para o dia seguinte seu início no trabalho...

Ao chegar em casa com toda aquela 'fartura', Agenor é um novo homem sentia esperanças, sentia que sua vida iria tomar novo impulso...

Deus estava lhe abrindo mais do que uma porta, era toda uma esperança de dias melhores...

No dia seguinte, às 5 da manhã, Agenor estava na porta da padaria ansioso para iniciar seu novo trabalho...

Amaro chega logo em seguida e sorri para aquele homem que nem ele sabia porque estava ajudando...

Tinham a mesma idade, 32 anos, e histórias diferentes, mas algo dentro dele chamava-o para ajudar aquela pessoa...

E, ele não se enganou - durante um ano, Agenor foi o mais dedicado trabalhador daquele estabelecimento, sempre honesto e extremamente zeloso com seus deveres...

Um dia, Amaro chama Agenor para uma conversa e fala da escola que abriu vagas para a alfabetização de adultos um quarteirão acima da padaria, e que ele fazia questão que Agenor fosse estudar...

Agenor nunca esqueceu seu primeiro dia de aula: a mão trêmula nas primeiras letras e a emoção da primeira carta...

Doze anos se passam desde aquele primeiro dia de aula...

Vamos encontrar o Dr. Agenor Baptista de Medeiros , advogado, abrindo seu escritório para seu cliente, e depois outro, e depois mais outro...

Ao meio dia ele desce para um café na padaria do amigo Amaro, que fica impressionado em ver o 'antigo funcionário' tão elegante em seu primeiro terno...

Mais dez anos se passam, e agora o Dr. Agenor Baptista, já com uma clientela que mistura os mais necessitados que não podem pagar, e os mais abastados que o pagam muito bem, resolve criar uma Instituição que oferece aos desvalidos da sorte, que andam pelas ruas, pessoas desempregadas e carentes de todos os tipos, um prato de comida diariamente na hora do almoço...

Mais de 200 refeições são servidas diariamente naquele lugar que é administrado pelo seu filho , o agora nutricionista Ricardo Baptista...

Tudo mudou, tudo passou, mas a amizade daqueles dois homens, Amaro e Agenor impressionava a todos que conheciam um pouco da história de cada um...

Contam que aos 82 anos os dois faleceram no mesmo dia, quase que a mesma hora, morrendo placidamente com um sorriso de dever cumprido...

Ricardinho , o filho mandou gravar na frente da 'Casa do Caminho', que seu pai fundou com tanto carinho:

'Um dia eu tive fome, e você me alimentou. Um dia eu estava sem esperanças e você me deu um caminho. Um dia acordei sozinho, e você me deu Deus, e isso não tem preço. Que Deus habite em seu coração e alimente sua alma. E, que te sobre o pão da misericórdia para estender a quem precisar!!!'



(História verídica)

Espero que todos tenham gostado!
Beijos,
J@que C@mpos. =D

A Combinação Perfeita



A Combinação Perfeita

Meu querido filho adora cozinhar, esse é um de seus hobbies prediletos. Toda semana ele tira um dia pra preparar algo especial pra gente e ele sabe qual é o meu favorito: morango coberto com chocolate derretido, pra mim essa é a melhor combinação de doce e azedo. Eu já experimentei chocolate com outras frutas e até mesmo bolos, mas o gostinho nunca é o mesmo. Algumas pessoas gostam com bananas, mas pra mim, fica doce com doce – nada de impressionante.

Uma coisa só combina com a outra quando as duas se encaixam harmoniosamente. Um compensa pelo que o outro não tem e vice-versa. A amiga paciente que se encaixa perfeitamente com a amiga nervosa. Uma ajuda a outra.

Deus fará isso na sua vida se você permitir com que Ele se encaixe com você. Se você não consegue confiar, perdoar, compreender e viver sem algo – Deus consegue, mas você tem que se encaixar com Ele também. Uma vez que um está com o outro, os dois se tornam uma combinação perfeita, e isso que é viver.

Algumas pessoas ainda tentam ter essa combinação perfeita com outro ser humano que é cheio de defeitos. É por isso que elas nunca estão satisfeitas…


Por: Dna. Cristiane Cardoso

Você realmente ama Jesus?



A garotinha tinha 5 anos. Certo dia, esperando com a mãe no caixa de uma loja, ela viu um colar de pérolas brancas cheio de brilhantes, num estojo cor-de-rosa. 'Por favor, mamãe, posso comprar?' A mãe percebeu o grande interesse da filhinha. O colar custava R$ 3,50. Se realmente deseja vou pensar em algumas tarefas para você e logo poderá guardar o dinheiro para comprá-lo.' Logo que chegou em casa ela esvaziou o cofrinho de moedas e contou, Tinha 47 centavos. Após o jantar ela fez mais do que as tarefas regulares. Também foi ajudar a vizinha, cuidando de limpar a horta e o jardim. Ganhou mais algumas moedas.

Sua avó lhe deu R$ 2,00. Mais esforço e economia e conseguiu os R$ 3,50 para comprar o colar. Ela amava suas pérolas. Usava-as em todo lugar – na escola, reunião, no campo, em casa e até para dormir.

Ela tinha um pai muito amoroso. Toda noite, antes de dormir, ele parava tudo o que estava fazendo e subia as escadas para ler uma história para ela. Certa noite, quando terminou a história, ele perguntou à filha: 'Você me ama?'

'Claro papai, você sabe que eu te amo'.

'Então me dê suas pérolas.'

'Ah, papai, minhas pérolas não. Mas pode ficar com meu ursinho. Gosto muito dele .'

'Tudo bem, querida. Papai ama muito você. Boa noite'.

Deu-lhe um beijo.

Uma semana depois, ocorreu o mesmo diálogo, ele perguntou filha:

'Você me ama?'

'Claro papai, você sabe que eu te amo'.

'Então me dê suas pérolas.'

'Ah, papai, minhas pérolas não. Pode ficar com minha bonequinha. Ela é novinha, ganhei de presente. É bonita. Também pode ficar com o cobertor amarelo dela que combina com seu pijama'.

'Tudo bem, durma minha filha. Papai te ama'. Deu-lhe um beijo carinhoso.

Algumas noites depois, quando seu pai chegou, ela estava sentada na cama, com as pernas cruzadas. Quando ele chegou perto dela, notou que o seu queixo estava tremendo e uma lágrima rolava pelo seu rosto.

'Que está acontecendo minha querida? algum problema?' Ela não disse nada. Só estendeu a mãozinha. E quando ela abriu, lá estava o pequeno colar de pérolas. 'Aqui está papai, - entregou com lágrimas nos seus olhos aquele colar que há tanto tempo seu amoroso pai vinha lhe pedindo – 'Estou lhe dando por que EU AMO VOCÊ!'

Com uma mão seu pai pegou seu colar de pérolas de plástico, e com a outra ele puxou do bolso um estojo de veludo azul com um colar de pérolas genuínas e o deu para sua amada filhinha.

Há uma aplicação muito interessante, veja:

O pai tinha tido o colar de pérolas genuínas o tempo todo, mas só estava esperando que sua filha renunciasse aquele barato colar, para dar-lhe algo de verdadeiro valor.
Assim é também com nosso Pai Celestial. ELE só está esperando que nós renunciemos às coisas sem valor em nossas vidas, para que nos dê tesouros preciosos. Isto é para nos fazer pensar sobre as coisas a que nos apegamos. Se desejamos saber o que Deus tem para nos dar devemos dar a ele aquilo que ele a muito nos pede (Mateus 6:33; Miquéias 6:8).

Portanto, não devemos reter nada de nosso Deus, como por exemplo nosso amor e nosso trabalho voluntário no ministério -- Malaquias - 3:10.

Rejeitemos coisas sem valor!

Pense nisso!
Um grande abraço,
J@que C@mpos. =D

Coisas que a vida ensina.




Amor não se implora, não se pede, não se espera... Amor se vive, ou não.

Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.

Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para mostrar ao homem o que é fidelidade.

Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.

As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.

Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.

Água é um santo remédio.

Deus inventou o choro para o homem não explodir.

Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.

Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.

A criatividade caminha junto com a falta de grana.

Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.

Amigos de verdade nunca te abandonam.

O carinho é a melhor arma contra o ódio.

As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.

Há poesia em toda a criação divina.

Deus é o maior poeta de todos os tempos.

A música é a sobremesa da vida.

Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.

Filhos são presentes raros.

De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.

Obrigado, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor.

O amor... Ah, o amor...


O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças...

Não há vida decente sem amor!

E é certo, quem ama, é muito amado.

E vive a vida mais alegremente...

Um grande abraço,
J@que C@mpos. =D

Qual é a sua escolha?



Numa terra em guerra, havia um rei que causava espanto.


Cada vez que fazia prisioneiros, não os matava, levava-os a uma sala, que tinha um grupo de arqueiros em um canto e uma imensa porta de ferro do outro, a qual haviam gravadas figuras de caveiras cobertas por sangue.

Nesta sala ele os fazia ficar em círculo, e então dizia:

- Vocês podem escolher morrerem flechados por meus arqueiros, ou passarem por aquela porta e lá serem trancados.

Todos os que por ali passaram, escolhiam sempre serem mortos pelos arqueiros.

Ao término da guerra, um soldado que por muito tempo servira o rei, disse-lhe:

- Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?

- Diga, soldado. Respondeu o rei.

- O que havia por detrás da assustadora porta?

- Vá até lá e veja você mesmo. Disse o rei.

O soldado, então, abre-a vagarosamente, e percebe que à medida que o faz, raios de sol vão adentrando e clareando o ambiente.

Totalmente aberta nota que a porta levava a um caminho que sairia rumo à liberdade.

O soldado admirado apenas olha seu rei que diz:

- Eu dava a eles a escolha, mas preferiram morrer a arriscar abrir esta porta.

Quantas portas deixam de ser abertas pelo medo de arriscar?

Quantas vezes perdemos a liberdade e morremos por dentro, apenas por sentirmos medo de abrir a porta de nossos sonhos!


Pense bem antes de fazer suas escolhas e não deixe que o medo te impeça de conquistar a GRANDE PORTA que você tanto precisa para encontrar a saída!

Um grande abraço e fique com Deus!
J@que C@mpos.

Que carta é essa??



ACHA QUE SE ENCAIXA NO PERFIL? QUER SE CANDIDATAR?



MEDITE A RESPEITO!


TENHA UM BOM DIA E QUE O ESPÍRITO SANTO DE DEUS POSSA PARTICIPAR DESSA REFLEXÃO!


Eu recomendo que você leia o “P.S.” da presente carta antes de eliminar. Você vai querer lê-lo, e sabemos que devemos mudar para melhor.


CARTA DE LÚCIFER

Ontem eu te vi quando começava o seu dia. Acordou e nem sequer orou ao seu Deus. Ou melhor, durante todo o dia você não orou, e nem lembrou de abençoar sua comida. Você é muito ingrato para com o seu Deus, e isso em você me agrada muito. Eu também gosto da enorme fraqueza que sempre demonstra no que diz respeito ao seu crescimento espiritual, em ser um cristão.

Raramente lê a Bíblia e quando faz está cansado. Não medita no que lê, ora quase nada, além disso, muitas vezes diz palavras que não analisa. Por qualquer pretexto chega tarde ou falta ao seu culto de ensino. E o que falar de suas murmurações? Temos assistido muitos filmes juntos, sem falar nas vezes que fomos juntos ao teatro. Lembra daquele dia da tua fraqueza com aquela linda pessoa? Oh como foi bom!

Mas o mais me agrada é que você não se arrepende. E que sabe que é jovem e tem que aproveitar a vida, pensa só na carne e acredita que precisa ser salvo para a eternidade. Não há duvida você é um dos meus.

Amo as piadas vergonhosas que você conta e que também escuta. Você ri delas, eu também rio de ver um filho de Deus participando disto. O fato é que nos sentimos bem. A musica vulgar e de duplo sentido que você escuta me agrada demais. Como você sabe quais são os grupos que eu gosto de escutar? Também adoro quando murmura e se revolta contra o seu Deus.

Sinto-me feliz quando vejo você dançando e fazendo estes movimentos sensuais, eles me fascinam. Como isso me agrada!!! Você quer se encontrar comigo qualquer dia destes???

Certamente quando você está se divertindo saudavelmente, fico triste, mas sem problema, sempre haverá outra oportunidade. Tem vezes que me faz coisas incríveis, quando da mal exemplo as crianças ou quando os autoriza para perderem a sua inocência através da televisão, musicas ou coisas do gênero. Eles são tão espertos que imitam facilmente tudo o vêem. Muito obrigado.

O que mais me agrada é que poucas vezes tenho que te tentar, quase sempre cai por conta própria. Você busca os melhores momentos, se expõe as situações perigosas, me dando lugar!

Se tivesse cabeça mudaria de ambiente e de companhias; buscaria a palavra de Deus e entregaria realmente a tua vida aquele que você chama de Deus e, ainda mais, viveria o resto de seus anos sob a orientação do Espírito Santo.

Não tenho costume de enviar este tipo de mensagem, mas você é tão acomodado espiritualmente que não acredito que vá mudar nada.

Não me entenda mal, eu te odeio e não te dou a mínima. Se eu te busco é porque você me satisfaz com as tuas atitudes e faz cair em ridículo a Jesus Cristo.

Assinado Teu inimigo, aquele que fica na espreita, aguardando o melhor momento para te influenciar, aquele que te odeia: Satanás, Lúcifer, Inimigo ou como queira me chamar.

P.S. Se realmente me amas, não mostre à ninguém mais esta carta.


QUANDO FOI A ÚLTIMA VEZ QUE ESTEVE NA IGREJA..?? OU QUANDO OROU DE CORAÇÃO, DE VERDADE?? OU QDO FOI A ÚLTIMA VEZ QUE ENSINOU ALGO AOS SEUS FILHOS COMO ORAR, RESPEITAR, FALAR DE DEUS PARA ELE? DIFICIL LEMBRAR NÉ..!!


MAS A ÚLTIMA VEZ QUE FOI PRA BALADA.. E SE JÁ SE PROGRAMOU PARA IR NOVAMENTE .. OU QUE PROGRAMA CONSUMISTA VAI FAZER NO FINAL DE SEMANA?? AHHHHH ESSA É FÁCIL!!!


POIS É... CADA UM TEM O "AMIGO" QUE ESCOLHE E A VIDA QUE MERECE POR ESTAS ESCOLHAS.

Um abraço e fique com Deus.
J@que C@mpos.

Transformando os problemas em desafios‏!



Precisamos assumir a responsabilidade da situação


Quando falamos dos desafios e dos problemas do dia a dia, logo imaginamos uma grande pedra em nosso caminho. Nessas circunstâncias é difícil vê-los como uma oportunidade de aprendizado. É fato que, num primeiro instante, podemos ter a impressão de que tais fatos foram a pior coisa que poderia ter nos acontecido... Sabemos que nenhuma dificuldade é eterna. De alguma forma, sempre haverá alguém que já tenha enfrentado situações semelhantes e que, após as terem assumido e se preparado para as soluções alternativas, lhe foi possível fazer dessa experiência uma lição de vida.

Muitos momentos, quando olhamos para trás, pareciam não ter solução. Mas, hoje, essas histórias fazem parte de nosso currículo de “causas superadas”. Uma vez entendido como equacionar esses problemas, eles vão passar e, como muitos outros, vão nos tornar mais fortes e maduros.

Na vida cotidiana é natural que, diante das surpresas indesejáveis, nossa primeira reação seja a de desviar do caminho ou recuar; assim como lamuriar sobre o ocorrido, entre outras atitudes. Nesses momentos, é mais fácil pensar em abandonar o compromisso ou simplesmente deixar a situação como está... Mas a lição proposta pela vida é a de sempre conquistarmos alguns passos à frente na caminhada que estamos trilhando rumo à maturidade.

Mas como fazer com que um infortúnio se torne uma história de superação?

Um alpinista, ao deparar com um grande paredão, certamente, vê ali uma nova oportunidade de conquista. Se ele não aceitar a responsabilidade de vencer aquele desafio, naquele instante ele próprio já se colocará como um derrotado diante de seu oponente – o rochedo. Então, o montanhista se enche de forças para transformar aquilo que era um problema em um desafio para a sua escalada. No futuro, ao ver outros enfrentando aquele penhasco, ele terá condições de ajudá-los, mostrando-lhes o melhor caminho para alcançar o topo.

Da mesma maneira que os exercícios robustecem nossos músculos, as adversidades nos impulsionam a amadurecer no modo como devemos ver as situações que nos cercam.

Antes de nos anteciparmos, confrontando-nos com os problemas, precisaremos assumir a responsabilidade da situação na qual estamos envolvidos. Para alguns casais, o namoro trouxe um “problema” quando a namorada engravidou; outros se viram perdidos e desamparados ao receber uma carta de demissão... E se formos listar todas as demais situações, certamente, numa delas estaria também aquela em que o internauta se enquadraria. Entretanto, para todas essas situações, o primeiro passo a ser considerado é o de entender as consequências trazidas pelo problema para nossa vida.

Sem culpar pessoas ou acontecimentos, passemos então a considerar as consequências do impasse que estamos enfrentando. A gravidez prematura, por exemplo, vai exigir do casal a reestruturação ou a adequação dos projetos futuros; já no caso de um desemprego, entre muitas novas adaptações, está a readequação de um estilo de vida mais humilde.

Sem parar na dificuldade, busquemos as possíveis soluções ao nosso alcance. Pois assim como o rochedo desafia um alpinista, os nossos problemas permanecerão imóveis até que nos coloquemos em ação para superá-los. Da mesma maneira que o praticante de alpinismo estuda as possibilidades e consequências de sua escalada, assim, devemos fazer com as dificuldades que surgem em nossa vida.

Num primeiro instante, realmente muitos desses desafios podem parecer difíceis de ser encarados. Mas, mesmo que essas adaptações não sejam aquelas que gostaríamos de viver, somente pelo fato de podermos vislumbrar uma nova possibilidade de solução e aceitar aquilo que nos parecia o pior, já nos trará um grande conforto.

A cada etapa surgirão situações que exigirão a nossa decisão e por mais delicadas que estas possam ser, nunca poderemos transferi-las a outras pessoas ou simplesmente abandoná-las para que se resolvam por si.

Antes mesmo de desanimar, acreditemos que maior que o nosso problema é Aquele que criou o universo e todas os seres viventes. Não há problema sem solução. Então, cabe a cada um de nós apresentar as nossas dificuldades e as possíveis soluções nas mãos de Deus. Com certeza, nós nos surpreenderemos com as respostas que, a cada dia, somadas aos nossos próprios esforços, surgirão para a solução deles.

Assuma corajosamente os seus desafios; persista e lembre-se de que tudo concorre para o bem daqueles que muito são amados. Tudo isso será para cada um de nós um momento de aprendizado na escola da vida.

Deus o abençoe!
Um grande abraço,
J@que! =D

Onde está seu coração?



Hoje é um dia de retomada para todos nós...


Já faz alguns anos, mas me recordo vivamente como se fosse hoje. Naquela tarde eu participava de uma importante reunião. Uma sala grande, bem ornamentada e repleta de gente com poder de decisão era o cenário do qual eu fazia parte. Mas meu coração não estava ali!

Na época eu estava vivendo uma situação difícil em um relacionamento e o coração ferido me arrastava para outro lugar, por mais que aparentemente estivesse na sala. Recordo-me de que um amigo, que também participava do encontro, enviou-me discretamente um bilhetinho com esta pergunta desconcertante: “Onde está teu coração?” Ele me conhecendo bem e observando-me em silêncio, compreendeu que meu coração estava distante daquele lugar e quis saber por onde andava.

Diz a Palavra de Deus: “Onde está o teu tesouro, lá também está teu coração” (Mt 6, 21). É verdade que naquele momento meu coração estava distante... Mas onde ele estava? Em que constituía meu tesouro naquele momento? Não respondi à pergunta e senti-me abalada, pois meu coração não estava no lugar certo!

Hoje se eu lhe fizer a mesma pergunta talvez você também perceba que seu coração não está no lugar certo. Como seria bom se estivéssemos sempre unidos ao nosso verdadeiro tesouro!

Agora, por exemplo, enquanto você lê este artigo, como está seu coração? Será que está ferido como o meu naquela época? Será que foi roubado por alguém que não era digno dele? Será que agora seu coração está em suas preocupações com a família, nas dívidas que precisam ser pagas, nos desencontros amorosos, no desemprego? Nada, nem ninguém tem o direito de nos separar do amor de Deus, Ele é nosso tesouro e nosso coração precisa descansar n'Ele, precisa estar centrado n'Ele.

Acredito que hoje é um dia de retomada para todos nós. Dia de colocarmos nosso coração no lugar certo. O que acha? Podemos começar do princípio de que nosso coração foi feito para amar e só repousa no Amado. Deus, ao nos criar, foi movido pelo Amor e nos formou para amarmos e sermos amados. Portanto, amar é nossa razão de viver. O amor é mais do que um sentimento, é uma decisão que precisamos tomar a cada dia com Jesus, o Mestre do Amor. Ele nos ensinou a maneira mais original de amar: doar-se livremente, por escolha, por decisão, sem esperar recompensas.

Ao falarmos do coração e do amor, naturalmente pensamos naquela inclinação espontânea, na atração por um objeto ou uma pessoa, que nos arrastam para eles, quando descobrimos algo de belo, bom ou agradável neles, que, de alguma forma, nos completa. Mas não é só isso! O amor pode ser a força transformadora que nos impulsiona a sermos melhores e nos leva a ser o que somos na essência. É esse amor que move o coração para o lugar certo, na hora certa.

Vemos, hoje, a palavra “amor” sendo utilizada de maneira tão errada e até mesmo agressiva, de forma que ficamos inibidos na hora de utilizá-la do modo correto. Porém, na essência, o amor não perdeu o seu significado e não podemos abrir mão disso.

Recordo-me de que, naquele dia da reunião, eu não respondi àquele amigo onde estava meu coração porque nem eu mesma sabia. Mas hoje eu sei. Tenho, cada vez mais, experimentado centralizá-lo em Deus pela força da oração e pela descoberta sempre nova do quanto sou amada pelo Senhor. Esperando n'Ele, a cada dia, contemplo Sua ação em minha vida, percebo Suas promessas se cumprirem e Seu amor se revelando nos detalhes. A Palavra do Senhor diz: “Buscai o reino de Deus em primeiro lugar e o mais lhe será dado por acréscimo” (Lc 12, 31). Talvez o “acréscimo” pelo qual você espera chegue quando você colocar seu coração no devido lugar: no Senhor.

Façamos hoje a experiência de fixar nosso coração em Deus, nosso Eterno tesouro. Ele nos conduzirá aos lugares e às pessoas certas. Lembre-se de que seu coração, antes e acima de tudo, pertence a Deus. Se você está distante d'Ele, procure voltar hoje mesmo, Ele está à sua espera.

A história de uma esposa - Testemunho Blog D.Cristiane Cardoso‏

Se você é como eu, você olha para as esposas de pastores e logo se pergunta ‘quem é essa mulher tão abençoada?’

Aqui vai a história de uma das minhas amigas da Obra. A Ana Paula é casada com o bispo Rui, que atualmente é responsável pelo trabalho evangelístico no Canadá.

Aos 6 anos eu comecei a sentir algo estranho ao meu de redor, uma voz que me chamava. A minha mãe tentou de tudo comigo. Me levou a várias pessoas que diziam ter a solução para esse tipo de problema... que nada... cada dia que passava, eu ficava pior. Eu cresci com aquela tristeza dentro de mim, não tinha vontade de estudar, nem de trabalhar até que um dia, conheci o tal “PRÍNCIPE ENCANTADO”.
Até então eu era uma moça bem reservada. Eu queria me guardar para o meu casamento e foi isso que aconteceu. Casei após 6 meses de namoro. Tive o casamento que toda a mulher sonha, me senti a mulher mais sortuda do mundo até que aquele rapaz charmoso e apaixonado por mim mostrou-me o seu outro lado.
Por eu não ter sido orientada antes do casamento, tudo que me acontecia de ruim, achava ser normal. O meu novo marido já aprontou logo na nossa lua de mel, levando a sua mãe para viajar conosco. Fomos morar com ela. Discutíamos direto. Em um mês de casados, ele já queria que eu engravidasse... Eu discordava e nisso ele me ameaçava que iria sair com outras mulheres.
Para piorar, a minha sogra jogou praga em nós dois. Disse que haveria inimizade entre meu marido e meus pais, e não deu outra. Ele me proibiu de ver a minha família. Eu me sentia só, sem poder falar com os meus pais, sem ninguém para me ajudar... Enquanto isso, ele me humilhava, me estuprava, me xingava, me mandava para a rua.
A minha sogra me odiava. Ela vivia me controlando, ao ponto de gravar as minhas conversas no telefone! Eu me sentia como se tivesse louca. Um dia não deu para aguentar mais as humilhações dele e voltei para a casa dos meus pais, apenas com 3 meses de casada. Me divorciei e não tive mais contato com o meu ex-marido. Fiquei sabendo depois que ele saía tanto com homens como com mulheres...
Me tornei uma mulher desesperada, sem vontade de viver, com a mesma voz que me atribulava desde criança me dizendo que não conseguiria viver sem. ‘Mata-te! Lança-te debaixo do trem!’ era o que eu ouvia todos os dias.
A solidão, depressão, e os vultos me levaram a ter duas personalidades. De dia eu era uma pessoa e de noite outra. Comecei a ir para discotecas, sair com várias pessoas, a minha mente estava totalmente possessa. Tudo o que a voz me mandava fazer, eu obedecia. Eu me deixava ser usada tanto pela voz quanto pelas pessoas nos bailes... Eu queria me destruir o mais rápido possível.
Um dia á noite ouvi um testemunho de uma pessoa que tinha sido curada de um problema no peito, no programa de rádio da IURD. A minha mãe tinha o mesmo problema e a recomendei para ir a Igreja, ela foi, embora eu não queria ir, pois falava que isso não era para mim, mas um dia ela conseguiu me levar.
Quando entrei, na mesma hora senti vontade de sair correndo daquele lugar. A oração começou e não me recordo de mais nada. A partir daí, comecei ir toda semana e o mesmo acontecia comigo. Quando saía da igreja me sentia melhor. Foram meses me libertando, até que chegou um dia que eu passei tão mal na oração que vomitei cabelos, terra, sangue, e ervas. Fiquei transformada, eu parecia um bicho. Todo esse processo levou como 6 meses.
Eu não entendia porque não conseguia me libertar, até que Deus me mostrou que eu ainda deixava o passado me amarrar, pois pensava muito no que havia acontecido comigo naquele casamento infernal que vivi, e como destruí todos os meus planos para o futuro por causa dele... Assim que deixei o meu passado no passado, começei a mudar. Com fé e perseverança me libertei de todo o mal, depressão, medo, e vultos. Me tornei uma nova pessoa. Dentro de mim nasceu um desejo de levar esse Deus vivo ás pessoas que também estavam sofrendo como eu.
O meu atual marido, um obreiro na época, me ajudou e aconselhou... E acabou se apaixonando por mim. Começamos a namorar e em poucos meses, nos casamos. Já tínhamos o desejo de servir a Deus no altar e foi isso que aconteceu, casamos e fomos logo chamado e transferido para fora do país. Temos trabalhado aqui na América do Norte desde então, a 16 anos!’ Ana Paula Morais


Quando pensamos que o passado é muito ruim para um futuro melhor, impedimos a Deus de agir.


- Dna. Cristiane Cardoso

Só observando !



O pastor de uma igreja decidiu observar as pessoas que entravam para orar.



A porta se abriu e um homem de camisa esfarrapada adentrou pelo corredor central.


O homem se ajoelhou, inclinou a cabeça, levantou-se e foi embora.


Nos dias seguintes, sempre ao meio-dia, a mesma cena se repetia.


Cada vez que se ajoelhava por alguns instantes, deixava de lado uma marmita.


A curiosidade do pastor crescia e também o receio de que fosse um assaltante, então decidiu aproximar-se e perguntar o que fazia ali.


O velho homem disse que trabalhava numa fábrica, num outro bairro da cidade e que se chamava Jim.


Disse que o almoço havia sido há meia hora atrás e que reservava o tempo restante para orar, que


ficava apenas alguns momentos porque a fábrica era longe dali.


E disse a oração que fazia:


'Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar, mas eu penso em você todos os dias.


Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.'


O pastor, um tanto aturdido, disse que ele seria sempre bem-vindo e que viesse à igreja sempre que desejasse.


'É hora de ir' - disse Jim sorrindo.


Agradeceu e dirigiu-se apressadamente para a porta.


O pastor ajoelhou-se diante do altar, de um modo como nunca havia feito antes.


Teve então, um lindo encontro com Jesus.


Enquanto lágrimas escorriam por seu rosto, ele repetiu a oração do velho homem...


'Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar mas penso em você todos os dias.


Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.'

Certo dia, o pastor notou que Jim não havia aparecido.


Percebendo que sua ausência se estendeu pelos dias seguintes, começou a ficar preocupado. Foi à fábrica perguntar por ele e descobriu que estava enfermo.


Durante a semana em que Jim esteve no hospital, a rotina da enfermaria mudou. Sua alegria era contagiante.


A chefe das enfermeiras, contudo, não pôde entender porque um homem tão simpático como Jim não recebia flores, telefonemas, cartões de amigos, parentes... Nada!

Ao encontrá-lo, o pastor colocou-se ao lado de sua cama. Foi quando Jim ouviu o comentário da enfermeira:


- Nenhum amigo veio pra mostrar que se importa com ele. Ele não deve ter ninguém com quem contar!!


Parecendo surpreso, o velho virou-se


para o pastor e disse com um largo sorriso:


- A enfermeira está enganada, ela não sabe, mas desde que estou aqui, sempre ao meio-dia ELE VEM! Um querido amigo meu, que se senta bem junto a mim, Ele segura minha mão, inclina-se em minha direção e diz:


'Eu vim só pra lhe dizer quão feliz eu sou desde que nos tornamos amigos. Gosto de ouvir sua oração e penso em você todos os dias.


Agora sou eu quem o está observando... e cuidando! '

Assim Deus cuida de cada um de nós, quando pensamos que não temos ninguém estamos enganados porque Ele nunca nos deixa só mas está sempre ao nosso lado nos observando e cuidando, mesmo quando pensamos que não!

Jesus muito obrigada por me olhar e cuidar de mim SEMPRE!!!

Te amo meu AMIGO verdadeiro!

J@que C@mpos.

Veja 14 dicas de como cuidar melhor das unhas


Ter sua própria lixa ao fazer as unhas ajuda a prevenção contra hepatite

Há quem as prefira pintadas ou naturais, curtas ou compridas. As unhas também fazem parte da lista de preocupações com a beleza. E como também podem apresentar problemas, merecem atenção especial.

As queixas mais comuns são unhas quebradiças, secas, descascando ou com micose. "No verão, estão mais propensas a esses problemas, por causa da maior exposição ao sol, contato com a areia e com o cloro da piscina", explica a dermatologista Katleen Conceição, membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.


Além disso, outros fatores podem prejudicar as unhas. "Alimentação desequilibrada, uso de muitos produtos químicos, problemas tireoidianos ou causados pelo diabetes. Por isso, é importante ir ao médico para investigar as causas."

Para deixá-las bonitas e saudáveis, confira 14 dicas da dermatologista Katleen Conceição.

1 - Hidrate as unhas duas a três vezes ao dia. Use cremes para as mãos à base de uréia, óleo de semente de uva, lanolina ou silicone. Se não tiver, use hidratantes corporais.

2 - O ideal é não tirar a cutícula. Quem faz questão deve tirar pouco. É que protege a unha contra infecções causadas por bactérias e fungos.

3 - Após lavar as mãos, tomar banho e se refrescar na piscina ou no mar, seque bem as unhas.

4 - Não caia na tentação de puxar as peles que se soltam do dedo. Pode causar infecção bacteriana.

5 - Prefira usar removedor de esmalte. A acetona é à base de álcool, o que resseca as unhas.

6 - O ideal é não pintar as unhas, mas quem não abre mão de investir no esmalte deve usá-lo, no máximo, uma vez por semana.

7 - Para as alérgicas a esmalte que não querem deixar de pintar as unhas, a dica é usá-lo uma semana sim e outra não. Prefira produtos hipoalergênicos.

8 - Quando fizer a unha em um salão de beleza, o recomendável é levar os seus utensílios. Caso contrário, fique atento se o local esteriliza o alicate e descarta lixas e palitos após o uso. Assim, evitam-se doenças como a hepatite.

9 - O ideal é usar luvas nas tarefas domésticas. Se não conseguir, lave bem as mãos com sabonete neutro após o trabalho.

10 - Dentro das luvas, geralmente há um pozinho que resseca as unhas. Por isso, depois de tirá-las, lave as mãos e hidrate-as.

11 - Não deixe acumular sujeira embaixo das unhas. Retire-a com um palito e lave bem as mãos.

12 - Se mexeu com o lixo ou tocou em alguma ferida, lave as mãos com sabonete antisséptico.

13 - Para evitar que as unhas dos pés encravem, corte-as quadradas.

14 - Mantenha uma alimentação balanceada.

Dez mitos sobre cabelos


É verdade que os cabelos se acostumam com os xampús?

As crendices populares ainda imperam quando o tema é cabelo. Talvez a mais conhecida delas seja a de que é preciso cortar mensalmente os cabelos para que eles cresçam fortes e sadios. O que é uma bobagem, pois a estrutura capilar não é planta e, podando-a ou não, ela se desenvolve a uma taxa média de 1cm por mês.


Por estas e outras, veja aqui os dez mitos mais populares. Se depois de lê-los você desejar agendar seus cortes para a lua cheia, vá em frente. Trata-se do legítimo hábito que não faz mal.

1. Cortar na lua cheia encorpa a cabeleira
Esta crendice tem origem nas mitologias dos povos agrícolas, que achavam que o que era bom para as plantas servia para os cabelos. Assim, aparar os fios na lua cheia aumentaria o volume; na minguante, teria o efeito oposto; na lua nova seria ótimo para renovar o visual e, na crescente, ideal para se tornar uma Rapunzel. O fato é que até agora a ciência não achou nenhuma evidência nesta proposta dos cortes baseados em calendários lunares. Há, sim, provas de que os fios reagem à melatonina, hormônio associado à luminosidade do meio ambiente, por isso a taxa de crescimento é ligeiramente menor durante o inverno segundo o dermatologista Valcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira para o Estudo do Cabelo.

2. Aparar o cabelo mensalmente acelera o crescimento
Temos, aqui, a idéia da poda de planta novamente. O fio cresce cerca de 1 cm por mês, cortando-o ou não. O cuidado apenas tem o objetivo de retirar as partes danificadas, como pontas duplas, deixando o conjunto mais saudável e harmônico. Mas não tem poder de acelerar o desenvolvimento.

3. Os cabelos se acostumam com os xampus
Você compra um xampu, usa-o por duas a quatro semanas e ele deixa de produzir o efeito inicial. Logo, seu cabelo se habituou com ele, certo? Errado. O fato é que os cabelos deixam de ficar limpos corretamente - e esta é a principal função do xampu -, quando o produto adquirido não é indicado para seu tipo de cabelo. O que se nota principalmente no couro cabeludo, cujas raízes vão ficando cada vez mais oleosas e os fios, opacos e sem vida. O desconforto leva as pessoas a uma busca incessante pelo xampu ideal. A boa nova é que hoje há produtos específicos para cada tipo de cabelo. Contudo, se você não está acertando na escolha, é sempre útil ouvir a opinião de um especialista, que pode ajudá-lo a identificar seu tipo de cabelo.

4. Água fria deixa o cabelo mais brilhante
Na verdade, é a água excessivamente quente que prejudica a saúde dos fios, estimulando a produção das glândulas sebáceas. Mesmo no inverno o recomendado é optar por temperaturas mornas.

5. Lavar os cabelos diariamente deixa-os mais oleosos
Ao contrário. Cabelos oleosos devem ser lavados todos os dias, mas com xampu específico e sem massagens excessivas para não superestimular a produção de óleo. Segundo a dermatologista Karla Saggioro, autora de Invista em Você - Respostas para Dúvidas que mais Afligem as Mulheres, da New York Publications, o excesso de oleosidade no couro cabeludo pode levar à queda.

6. Deixar o creme o dia inteiro otimiza o tratamento
"Muitas pessoas deixam o creme de tratamento por mais tempo do que o recomendado", adverte a dermatologista Adriana Villarinho, de São Paulo. O resultado é que a hidratação, em vez de embelezar as madeixas, pode deixá-las oleosas. Outro cuidado para evitar este problema é jamais aplicar o produto nas raízes, passando-o do terço do comprimento em direção às pontas.

7. Cem escovadelas à noite deixam os cabelos saudáveis
O hábito, que pode ser conferido em muitos filmes de época, de fato ativa a circulação no couro cabeludo. Mas é desaconselhado, pois pode fragilizar os fios e irritar o couro cabeludo.

8. Calvície é coisa de idoso
Segundo o dermatologista Otávio Macedo, autor de Segredos da Boa Pele - Preservação e Conservação, da Editora Senac, a calvície é mais intensa e mais rápida quando atinge homens jovens. Quanto mais precoce, mais depressa ela se instala. "Já a calvície num homem de 40 anos é mais lenta e, na maioria das vezes, não se estende por todo o couro cabeludo".

9. Fios brancos arrancados nascem em dobro
Se fosse verdade, seria fácil combater a calvície. Bedin explica que é natural que os fios brancos se destaquem na cabeleira. Isso acontece porque o processo de encanecimento é causado pela perda de melanina - a substância que dá cor -, que é substituída por ar e, em seguida, por queratina, proteína que deixa fio mais grosso e, portanto, mais visível.

10. A pontinha branca do fio é a raiz
Muitas pessoas fazem um drama quando notam fios caídos com o que julgam ser a raiz. Em primeiro lugar, é natural uma perda de até 100 fios diários - que passa praticamente despercebida. Em segundo, como qualquer organismo vivo, a estrutura capilar passa por fase de crescimento, repouso e morte. Quando o fio cai com a "raiz" - na verdade o bulbo -, significa que ele já estava morto e, se tudo estiver normal, logo estará sendo substituído por outro.
 
©2009 Elke di Barros Por Templates e Acessorios