Conheça seus cabelos


Conhecer bem os cabelos é importante para mantê-los sempre bonitos

Conhecer o seu cabelo é fundamental para evitar problemas como caspa, queda ou até mesmo seborréia. Além do tipo, é importante saber que cada cabelo tem um ciclo de vida próprio, e muito curto, pois dura apenas de cinco a sete anos. Ter um cabelo saudável é um fator extremamente importante do ponto de vista estético.

Sofrer de problemas como caspa, oleosidade, ou calvície pode atingir fortemente a auto-estima de quem vive estas situações. Mas, antes de mais nada, é importante saber o que é, afinal, um cabelo?

Esta é uma designação utilizada por todos nós para classificar, simplesmente, os pêlos da cabeça do ser humano.

Acontece que estes "pêlos" são muito importantes para a nossa aparência visual, além da sua análise ser útil no diagnóstico de certas doenças. Um cabelo saudável é, em regra, forte, grosso e fácil de moldar. Daí que as experiências de frisagem ou coloração possam testar a qualidade dos 120 a 150 mil cabelos que cada pessoa costuma ter.

Os três tipos

Os especialistas dividem os cabelos em três tipos:

-normais

- secos

- oleosos

As pessoas que pertencem ao primeiro tipo têm um cabelo brilhante, fácil de pentear e que não necessita de ser lavado com muita freqüência, pois o couro cabeludo costuma estar limpo e as glândulas sebáceas produzem apenas a gordura necessária para a alimentação do cabelo. Nesses casos, basta lavar a cabeça com um xampu suave e ter o cuidado de proteger o cabelo de fatores externos como o sol ou o vento.

Quem pertence à categoria dos oleosos já não tem tanta sorte, pois as glândulas sebáceas têm uma produção acima do que seria necessário. Resultado: a gordura faz com que o cabelo, que geralmente já é fino, perca o volume e que seja necessário recorrer às lavagens com mais freqüência. Um dos mitos associados ao cabelo é, precisamente, o de que lavar demasiado enfraquece. Nada mais errado. O segredo está na escolha de produtos adequados a cada tipo.

Quanto aos cabelos secos, também não poupam muito a paciência de quem os possui. A sua principal característica é a de serem baços e com pontas espetadas por todos os lados. Neste caso, o que se passa é que a gordura produzida não é suficiente. Também aqui a lavagem é uma das principais medidas terapêuticas, uma vez que a sujeira do couro cabeludo impede que os folículos pilosos e as glândulas sebáceas funcionem de uma forma eficaz.

Nenhum comentário:

 
©2009 Elke di Barros Por Templates e Acessorios