DEZ PASSOS RUMO A SALVAÇÃO:

PRIMEIRO PASSO: Aceitar de fato o Senhor Jesus como único Salvador – aceitar Jesus como Senhor e Salvador inclui mais que uma simples resolução mental. “Aceitar”, no sentido bíblico, significa crer, confiar e seguir. Muitos dizem que aceitam Jesus, mas trocam Seu nome por outros e não depositam sua fé totalmente n’Ele. Dizem que aceitam Jesus entretanto afirmam que “todos os caminhos levam a Deus”. Submetem-se às entidades e aos “santos” e neles depositam sua confiança. Dizem até que “Deus é bom, mas o diabo não é mau”, fazendo assim a vontade de Satanás.
Tais pessoas não podem ser libertas se procedem dessa maneira, pois Deus não é de confusão. O verdadeiro seguidor de Jesus não pode ficar entre o sim e o não; não pode coxear entre dois pensamentos. Isso aos olhos de Deus é absurdo. Ninguém pode estar na luz e nas trevas ao mesmo tempo, porque ou a luz dissipará as trevas, ou as trevas abafarão a luz.
Aceitar o Senhor Jesus significa abandonar a vida antiga; virar as costas ao erro; submeter-se a Jesus através da Sua Palavra; negar-se a si mesmo, tomar a sua cruz e ir após.Ele. Se assim for, a pesoa está pronta para tudo. Se tiver de enfrentar mil e uma barreiras, ela o fará; ainda que tenha de resistir ao mundo inteiro, isso não será difícil.
Imagine agora um mar tempestuoso, onde o seu barco está afundando, e não existe à volta nada em que possa segurar. De repente, aparece alguém em um barco forte e lhe estende a mão. É claro que você irá segurá-la, mesmo sem conhecer o dono da mão estendida. Será sempre grato à pessoa que, na hora da aflição, quando a morte o estava rodeando, recuperou-o, salvando a sua vida. Assim também faz o Senhor Jesus por nós. Mesmo que alguém não O conheça bem, Sua mão está estendida para livrá-lo da morte. Aceite-O como Salvador, pois Sua mão está estendida para livrá-lo de todo o mal; para libertá-lo completamente.
SEGUNDO PASSO: Participar das reuniões de libertação – a participação nas reuniões de nossa igreja é um fator muito importante para aquele que sinceramente deseja ter uma nova vida, afastada da influência dos espíritos malignos.
Há demônios que não se manifestam em uma ou outra reunião; há aqueles que apanham as pessoas quando estas saem à rua, ou mesmo em seus lares, por estarem estes “carregados”. Há também casos em que a pessoa é desejada por centenas de demônios, e eles lutam para possui-la.
Saiba que o diabo nunca se dará por satisfeito ao perder uma batalha. Ele procurará sempre se reabilitar e essa é uma das principais razões pelas quais aquele que deseja uma libertação completa não pode deixar de participar efetivamente das reuniões da igreja.
TERCEIRO PASSO: Buscar o batismo no Espírito Santo – o homem foi destinado por Deus para ser templo do Espírito Santo. No entanto, pela sua rebelião, deixa que os espíritos demoníacos dominem seu corpo, sua mente e sua alma. Entretanto, o Senhor ainda concede o Seu Espírito àquele que O busca.
O batismo no Espírito Santo é considerado como a segunda bênção, pois deve vir logo após a salvação. Após a entrega e a libertação, a pessoa deve buscar ardentemente esse batismo.
QUARTO PASSO: Andar em santidade – a palavra “santo” significa, na sua expressão mais simples, “separado”. Ninguém pode querer ser liberto de Satanás e dos demônios e continuar fazendo a vontade deles. Aquele que deseja servir a Deus precisa andar segundo a Sua vontade. De acordo com o apóstolo João, aquele que está em Cristo deve andar também como Ele andou. Há necessidade de uma conduta santa e irrepreensível por parte daquele que deseja seguir Jesus.
Se você, leitor, deseja na verdade a salvação, não admita nenhum ligação com o diabo. Ande de cabeça erguida, sem ter de que se envergonhar; seja submisso a Deus por sua livre e espontânea vontade.
QUINTO PASSO: Ler a Bíblia diariamente – “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.” (Salmos 119.105)
Não pode haver perfeita comunhão com Deus sem o conhecimento de Sua santa vontade. Quando Jesus venceu o diabo, Ele o fez usando a Palavra de Deus. Ela é a espada do Espírito Santo. Quando a usamos com fé, nada há neste mundo capaz de nos derrotar, pois ela penetra no mais íntimo de nosso ser, a ponto de dividir a alma e o espírito, juntas e medulas. Quando pronunciada por um servo de Deus, em nome do Senhor Jesus, produz efeitos extraordinários.
Todo aquele que deseja vencer Santanás deve conhecer bem a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada. O centurião disse para o Senhor Jesus que enviasse apenas uma palavra e o seu servo seria curado. Dito e feito! A palavra chegou até o servo do centurião e realizou o milagre. É através dessa maravilhosa Palavra que os maiores milagres têm acontecido. Ela produz fé em nossos corações para resistirmos ao diabo; logo, a necessidade de conhecê-la se faz obrigatória.
SEXTO PASSO: Evitar as más companhias – nossa experiência nos leva a crer que a salvação está no fato da pessoa se desligar totalmente das companhias que não professam a mesma fé. Já diz o velho ditado: “Dize-me com quem andas e te direi quem és”. Realmente, temos razões suficientes para colocar esse item na categoria de suma importância para a salvação de alguém.
Temos visto muitos começarem uma caminhada gloriosa na igreja e, pouco tempo depois, levados por más companhias, acabarem por se desviar da sua comunhão.
Procure amizade com pessoas que tenham a mesma fé e evite a todo custo conversas, discussões ou contatos que possam colocar a sua salvação em jogo.
SÉTIMO PASSO: Ser batizado – Todas as bênçãos de Deus são prometidas àqueles que crerem e forem batizados, e isto deve acontecer imediatamente após a pessoa ter aceitado Jesus Cristo como seu Salvador pessoal. O batismo nas águas é a mortificação dos feitos da carne; é o sepultamento do velho “eu” e o ressurgimento de uma nova criatura limpa e lavada para uma novidade de vida.
Quando aceitamos Jesus como nosso Salvador, não podemos deixar que as manias, os maus costumes e quaisquer feitos da carne atrapalhem nosso relacionamento com o Senhor. Aquele gênio terrível, o orgulho, as vaidades, etc., são produtos da carne e precisam ser abandonados. Como nascer de novo, se não morrermos? Não podemos ficar com duas naturezas, uma pecaminosa e outra convertida. Morrer com Cristo significa que nossa carne não pode mais dar frutos. Temos de viver segundo o Espírito Santo, em novidade de vida.
OITAVO PASSO: Freqüentar reuniões de membros – não resta a menor dúvida de que a pessoa, ao se converter a Cristo, necessita de maiores esclarecimento para poder trilhar o caminho cristão. As reuniões da igreja, onde os membros se encontram para louvar ao Senhor e aprender Sua Palavra, são verdadeiras águas de refrigério para o cristão sedento. Precisamos alimentar a nossa fé com a Palavra da verdade, a qual nos arma contra as ciladas de Satanás.
NONO PASSO: Ser fiel nos dízimos e nas ofertas – quando alguém se propõe a seguir o Senhor Jesus, tem de andar segundo as normas por Ele estabelecidas. Somos nós quem acompanhamos o Senhor e, por isso, devemos dar ouvidos à Sua voz.
A Bíblia diz em Malaquias 3.10 que há um espírito devorador, causador de toda miséria, desgraça e caos na vida daqueles que roubam ao Senhor nos dízimos e nas ofertas.
Quando Deus criou o homem, Ele o fez perfeito e o colocou sobre a Sua criação. Concedeu-lhe o direito e o privilégio de administrar todos os bens na Terra. Com a organização do culto, porém, exigiu a décima parte de todo o trabalho do homem. Ele fez isso para nós, dentre outros motivos, O reconhecemos como Senhor de todas as coisas e, automaticamente, nos considerarmos servos.
Se formos fiéis a Deus, o Criador de todas as coisas, ele certamente será fiel a nós e jamais deixará faltar o nosso sustento; nem tampouco permitirá que os espíritos devoradores atuem em nossa vida.
Assim, meu caro leitor, Deus é glorificado com as primícias de toda a nossa renda e os 90% com Ele valerão muito mais do que os 100% sem a Sua proteção. Dar dízimos e ofertas significa realmente amar a Obra de Deus e estar preocupado em levá-la adiante:
“Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vos bênção sem medida. Por vossa carusa repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos.” (Malaquias 3.10,11)
DÉCIMO PASSO: Orar sem cessar e vigiar – talvez você pense que tal passo seja difícil, embora importante para a sua completa libertação. Orar sem cessar é estar sempre em espírito de oração; sempre em contato com Deus. Quantas vezes estamos falando com alguém e, ao mesmo tempo, orando para que o seu problema seja solucionado? Nossas mãos podem estar amarradas, porém nosso espírito pode estar ligado ao de Deus. É claro que neste mandamento estão também incluídas as orações silenciosas a sós, as orações comunitárias, junto a outros irmãos, as orações, vigiando sempre para não sermos enganados, agindo assim Satanás não encontrará brechas para entrar em nossas vidas.
A Bíblia declara que o diabo vive nos rodeando, rugindo igual ao leão, procurando ceifar aqueles que estão dormindo espiritualmente. Quando estamos orando e vigiando, o diabo não somente se afasta de nós como também se dobra diante da nossa oração. Não há demônio que resista ao poder existente que tem uma vida de oração e vigilância na presença de Deus.
Convide Jesus a entrar na sua vida agora mesmo, peça para Ele tomar posse da sua vida, dos seu caminhos, e frequente uma igreja (lutando em grupo fica mais fácil vencer).
Talvez você esteja se perguntando se é necessário frequentar uma igreja. Sim, é necessário. Assim como uma brasa fora do braseiro fica pouco tempo acesa, e logo se apaga. Mas uma brasa no braseiro fica muito mais tempo acesa. Assim também é o nosso relacionamento com os outros cristãos.
Procure a Igreja Universal do Reino de Deus mais próxima de sua casa. E venha fazer parte dessa familia em Cristo. E que Deus lhe abençoe

Nenhum comentário:

 
©2009 Elke di Barros Por Templates e Acessorios